app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA16052020

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 16/05/2020 - Matéria atualizada em 15/05/2020 às 21h23

EM RECUPERAÇÃO

A safra de cana-de-açúcar 2019/2020 terminou com cerca de 17 milhões de toneladas de cana processadas. Para o presidente da Asplana, Edgar Filho, embora a produção tenha ficado abaixo do esperado, a avaliação é positiva. “Foi uma moagem de recuperação e fechamos com um crescimento de 3% ante o ciclo anterior”, aponta.


DEGRAU POR DEGRAU

“Alagoas vem se recuperando ao longo dos últimos três anos. Após chegarmos ao pior patamar da nossa história, com 13 milhões de toneladas de cana processadas, evoluímos para pouco mais de 16 milhões e hoje chegamos aos 17 milhões de toneladas”, destaca Edgar Filho.


CENÁRIO...

Apesar do crescimento da produção agrícola, o presidente da Asplana está preocupado com o mercado. Edgar Filho diz que os preços dos derivados da cana estão em baixa no momento. “O etanol perdeu competitividade diante da queda do preço do petróleo, que desabou no mundo pela redução do consumo. O preço do açúcar tem caído muito também. Nós temos a esperança de que isso se reverta”, destacou.


...PREOCUPANTE

Para o presidente da Asplana, se não houver uma reação do mercado, “vamos ter uma safra com um prejuízo financeiro muito grande. Estamos em um período de insegurança em termos de mercado”, reforçou.


PÓS-PANDEMIA

A capital alagoana é um dos destinos mais procurados para viagens pós-pandemia no site da operadora CVC. A informação foi compartilhada pela Diretoria de Produtos Nacionais da operadora em reunião online promovida pela empresa com o trade turístico local.


QUEM FOI

Mais de cem pessoas participaram do encontro com a CVC. Entre eles, técnicos da Sedetur, hoteleiros de todas regiões turísticas de Alagoas, presidentes e diretores das entidades representativas do trade alagoano e secretários municipais de cidades como Maceió e Barra de São Miguel, que ouviram as informações, orientações e tendências de mercado apontadas pela operadora e suas estratégias de restabelecimento da atividade turística.


TENDÊNCIAS

O diretor de Produtos Nacionais da CVC disse, no encontro, que, após o período de isolamento social, as pessoas vão querer tranquilidade e segurança para viajar novamente: “Os brasileiros darão prioridade às viagens mais curtas, para locais próximas as suas cidades de origem. Desta forma, viagens domésticas, em especial para os destinos no Nordeste, irão se beneficiar logo que a demanda pelo turismo voltar a crescer”, explicou Claiton Armelin.


CONSULTORIA

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, disse, durante a reunião, que serão feitos investimentos para a retomada da atividade turística em Alagoas. “Estamos contratando um consultor de renome nacional para termos um plano de retomada e de branding de todo o Estado. Vamos investir de R$ 8 milhões a R$ 10 dez milhões para que se faça um recomeço forte da atividade turística em Alagoas, consolidando o nosso destino e, com isso, voltando a gerar renda e emprego aos alagoanos”, pontuou.


SEM...

Os mais de 3 mil agricultores familiares que participam do Programa do Leite em Alagoas estão sem receber pagamento há quatro meses. Algumas associações de produtores, diante da falta de perspectiva de recebimento, já estão suspendendo as entregas.


...LEITE

As cooperativas que operacionalizam o programa do leite em Alagoas já avisaram ao governo que as entrega se leites para cerca de 80 mil famílias de beneficiários será suspensa paulatinamente. Até o final deste mês, se o governo não pagar nenhuma das parcelas em atraso, a entrega será zerada.


LEQUE

O Programa do Leite atende 80 mil famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, nos 102 municípios de Alagoas. Na outra ponta, o programa atende mais de 3 mil agricultores familiares, que fornecem o produto. A suspensão vai deixar gente com fome na cidade e sem renda no campo.

Mais matérias
desta edição