app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA19052020

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 19/05/2020 - Matéria atualizada em 18/05/2020 às 23h01

Agonizando

O programa do leite em Alagoas está na UTI. Literalmente. Sem receber há quatro meses, agricultores familiares estão deixando de fazer as entregas do produto para distribuição com mais de 80 mil famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado.


Luz no…

Apesar dos atrasos no pagamento, a Secretaria de Estado de Agricultura de Alagoas divulgou o resultado do processo de seleção para a contratação de associações e cooperativas de agricultores familiares para fornecimento e distribuição de leite destinados ao abastecimento do referido programa.


… fim do túnel

A realização do edital e a sua divulgação apontam para a continuidade do programa. O processo licitatório, do ponto de vista burocrático, é uma das etapas necessárias para a manutenção da distribuição do leite. O governo não informou, no entanto, qual volume será distribuído, nem sinalizou com o pagamento de parcelas de leite entregues antes da nova licitação.


Habilitados

Apresentaram propostas de credenciamento cinco entidades e apenas três atenderam aos requisitos exigidos no edital de seleção. Foram consideradas habilitadas para o fornecimento de leite de vaca a Cooperativa Pindorama nos lotes II, IV, V e X, a CPLA nos lotes I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XII e XIV, além da Cooperativa dos Agricultores Familiares do Sertão de Alagoas (CAFISA), com leite de cabra para atender os lotes XVI e XVII.


Vazio

O documento disponibilizado pela Seagri informa ainda que não houve apresentação de propostas para o lote XI, dando assim deserto. Bem como não houve propostas habilitadas para o lote XIII (leite de vaca) e o XV (leite de cabra).


O que é

O Programa do Leite beneficia mais de 80 mil famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, além de fortalecer a cadeia produtiva do leite no Estado de Alagoas com mais de três mil agricultores familiares cadastrados e que fornecem mais de 52 mil litros de leite diários.


Pró-etanol

Diante da redução do consumo do etanol por conta da queda do preço do petróleo e da pandemia do novo coronavírus, a Associação dos Plantadores de Cana do Estado de Alagoas (Asplana) iniciou uma ação junto à população, por meio das redes sociais, de incentivo ao consumo do biocombustível.


Impactos

“Com o preço do açúcar e do etanol despencando, o setor sucroenergético passa por uma fase delicada. Passamos por um período de incertezas. Precisamos trabalhar para que o consumo possa ser estimulado e, com isso, reduzir os impactos negativos”, afirmou Edgar Filho.


Reforço

Neste sentido, outras instituições ligadas ao setor agropecuário e, em especial o sucroenergético, também deram início a ações e campanhas de incentivo ao consumo de etanol junto a população alagoana, a exemplo da Federação da Agricultura e do Senar-AL.


Escolha

O Partido dos Trabalhadores já tem, oficialmente, um pré-candidato a prefeito de Maceió. O presidente estadual do partido, Ricardo Barbosa, venceu as prévias do partido realizadas nesse sábado (16) numa disputa contra a economista Luciana Caetano.


Restrito

Em função da pandemia, que proíbe grandes aglomerações, o PT de Alagoas seguiu recomendação do diretório nacional e realizou as prévias apenas com os membros do diretório municipal, sem participação dos filiados do PT. O diretório tem 45 membros. Luciana teve 11 votos (23%) e Ricardo 30 votos (77%).

Mais matérias
desta edição