app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA21052020

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 21/05/2020 - Matéria atualizada em 20/05/2020 às 22h40

Sem previsão

A Secretaria de Agricultura de Alagoas não tem previsão para o pagamento das parcelas atrasadas do programa do leite. Os agricultores familiares estão sem receber desde janeiro. A Seagri espera uma posição do Ministério da Cidadania, que é responsável pelos repasses de recursos federais para a manutenção do programa.


Diálogo

O secretário de Agricultura, João Lessa, promete conversar com as cooperativas que operacionalizam o programa do leite na próxima segunda-feira para avaliar a situação. “Infelizmente, estamos sem nenhuma sinalização do Ministério da Cidadania até o momento. É uma situação complicada para todos”, aponta.


Substituição

João Lessa adianta que vai conversar com o governador Renan Filho sobre a continuidade do programa do leite: “Com as dificuldades existentes em Brasília, a saída pode ser transformar o convênio num programa estadual”, avalia.


Renovação

O convênio entre o governo de Alagoas e o Ministério da Cidadania para manutenção do programa do leite está em vigor e vai até o final de junho. Se não for renovado, o programa, que atende hoje 80 mil famílias em situação de vulnerabilidade nas cidades e mais de 3 mil agricultores familiares, pode acabar de vez.


Espera

O Diário Oficial do Estado de Alagoas de ontem só foi publicado por volta das 19h30, após entrevista coletiva do governador Renan Filho. Tem sido assim sempre que um novo decreto de situação de emergência é publicado.


Sem regra

Não é só em Alagoas. Em outros estados e até na União, o Diário Oficial não tem hora para ser publicado. E para complicar ainda mais, os gestores ainda recorrem a edições suplementares sempre que acham necessário.


Sem alteração

O governador Renan Filho manteve, sem grandes mudanças, as medidas de isolamento social em Alagoas até o próximo dia 31 de maio, como já era esperado. Na prática, as medidas são as mesmas, mas ele promete uma fiscalização mais “dura”.


Exemplo

O índice de isolamento social de Alagoas segue como um dos melhores do Brasil, mesmo sem lockdown. O comportamento da população ajudou a evitar o bloqueio total, pelo que disse o governo.


Apoio

O Banco do Nordeste prorrogou, até 30 de junho próximo, a segunda fase da Campanha de Apoio aos Fundos da Infância e Adolescência (FIA) e aos Fundos dos Direitos do Idoso. A extensão deve-se ao adiamento do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda referente ao ano base 2019, autorizado pela Receita Federal devido à pandemia ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19).


Doações

A campanha envolve colaboradores, clientes e parceiros, que podem fazer doações de até 3% ao FIA e 3% aos Fundos dos Direitos do Idoso, desde que o somatório das doações não ultrapasse o limite de 6% do Imposto de Renda devido, somadas todas as doações realizadas em 2019.


Como fazer

O processo de doação é simples, bastando que o contribuinte informe na declaração do IR o lançamento destinado ao FIA e/ou ao Fundo do Idoso, pague o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) e automaticamente o valor destinado é deduzido do Imposto de Renda Devido do doador.


Resultados

O Banco do Nordeste apoia campanhas para o FIA desde 2008 e os Fundos dos Idosos desde 2014, já tendo arrecadado junto a seus colaboradores e parceiros o total de R$ 4,4 milhões, correspondentes a 3,6 mil doações para instituições sediadas na área de atuação do Banco, os nove estados da Região Nordeste e o Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Mais matérias
desta edição