app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA02092020

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 02/09/2020 - Matéria atualizada em 01/09/2020 às 22h33

ATR Final

O Conselho de Produtores de Cana-de-açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE) divulgou os números do ATR final da safra 19/20 referente a agosto. O preço do indicador que define o valor da cana do fornecedor foi de R$ 0,8820 por kg. Em comparação ao mês anterior (R$ 0,8811), foi registrada variação de 0,1%.


Mix

O ATR é calculado a partir do mix de produção das usinas de Alagoas com base nos dados do CEPEA. Alguns produtos tiveram alguma alta de preço. O destaque foi para o VHP – mercado americano – cuja saca passou de R$ 158,26 em julho para R$ 169,02 em agosto.


Mundial

Já o VHP, comercializado com o mercado mundial, não teve alteração de preço e permaneceu a R$ 86,25. Enquanto isso, o saco do açúcar cristal, comercializado no mercado interno, subiu de R$ 82,18 para R$ 83,02.


Etanol

O metro cúbico do etanol anidro - que em julho foi de R$ 2.083,38 - subiu para R$ 2.170,48 em agosto. No sentido contrário, o hidratado caiu de R$ 1.886,90 para R$ 1.738,04.


Cana

De acordo com o Consecana, o valor líquido da cana padrão, que corresponde a 114,09 kg de ATR/tonelada cana, em agosto foi de R$ 100,6274 com acumulado de R$ 86,8399.


Balanço

“O fechamento anual da ATR teve um leve acréscimo. Neste mês, praticamente, não houve comercialização. Mas, o etanol e o açúcar cristal tiveram uma oscilação positiva, gerando um pequeno reflexo na média”, afirmou o presidente do Consecana e da Asplana, Edgar Filho.


Expectativa

O cenário para safra 20/21 é positivo. “Achamos que será um ano com preços bons. Na comparação da ATR de agosto deste ano com a ATR do mesmo período do ano passado, houve uma variação positiva na casa dos 20%. Isso nos deixa animados para a safra. A depender das chuvas de verão, nos meses de setembro e de outubro, podemos ter uma moagem maior do que a registrada em 19/20. O mercado está apontando para um cenário positivo”, declarou.


Cota

O governo brasileiro decidiu não renovar a cota de isenção tarifária para a importação de etanol. A regra que previa tarifa zero para mais da metade da importação média do combustível, criada em 2010, perdeu validade no domingo dia 30. Com essa decisão, o imposto de importação de 20% passa a incidir sobre todo o etanol que entre no Brasil e não seja de países integrantes do Mercosul. A medida atinge, principalmente, o fluxo comercial do país com os Estados Unidos.


Ampliada

Em 2019, a cota foi ampliada para 750 milhões – pouco mais da metade do 1,457 bilhão de litros que o Brasil importou do combustível em todo o ano. Do total importado, 90,66% (1,321 bilhão de litros) veio dos Estados Unidos.


PIB

Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária apresentou variação positiva de 0,4% no segundo trimestre de 2020, em relação ao primeiro trimestre do ano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a agropecuária foi o único setor entre os principais setores da economia que apresentou crescimento no segundo trimestre. Na comparação com o segundo trimestre de 2019, a agropecuária cresceu 1,2%.


Webinar

O Sebrae promoveu, ontem, um dia de campo ‘on line’ que trouxe para o debate o processo de silagem, abordando questões que foram da colheita ao silo e como reduzir as perdas durante a entressafra. O webinar do agronegócio contou com a presença do analista Marcos Fintes e do consultor José Sidnei Lima, ambos do Sebrae.

Mais matérias
desta edição