app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA03062021

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 03/06/2021 - Matéria atualizada em 02/06/2021 às 22h27

Privatizar ou…

O Porto de Maceió foi incluído pelo governo federal no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) em 2020. O objetivo é trazer a iniciativa privada para os projetos de infraestrutura com concessões, privatizações e parcerias público-privadas.


...municipalizar?

Algumas áreas do equipamento, a exemplo de alguns terminais, estão em processo de concessão para a iniciativa privada. Mas se depender JHC, o controle do Porto de Maceió não passará para a iniciativa privada. O prefeito formalizou proposta para assumir a gestão, num processo de municipalização de toda a área.


Proposta

O prefeito de Maceió formalizou proposta ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, com o objetivo de municipalizar a administração do Porto de Maceió. A informação foi confirmada por importantes interlocutores da prefeitura.


Base

A proposta de JHC é baseada na Lei Federal N°12.815, de 2013, que permite a delegação da administração dos portos a Municípios e Estados.


Integrar

“O objetivo é integrar o Porto à cidade, aproveitar melhor aquela área, não só para o convívio urbano, mas também para o turismo. Existem várias possibilidades para transformar o local num espaço que possa ser frequentado pelos maceioenses e também por turistas”, aponta o interlocutor.


Indução

No ofício encaminhado ao Ministério da Infraestrutura, JHC promete “implementar uma gestão profissional e modernizada” e exemplifica o caso do porto de Roterdã, na Holanda, como um dos mais bem integrados à municipalidade do mundo, tanto no aspecto administrativo como no retorno social.


Risco

Se assumir o Porto de Maceió, a prefeitura teria dificuldades para tornar a área em centro de convivência urbana e de turismo. Isso porque a área MAC10, com 7.932 m², foi leiloada em dezembro de 2020 e será administrada pela multinacional francesa Timac Agro, que fará movimentação, armazenagem e distribuição de granéis líquidos, especialmente ácido sulfúrico.


Vagas

As inscrições para o programa Trainee da Equatorial Alagoas terminam neste domingo (6). Para participar é preciso ter, no máximo, dois anos de graduação. Além de salário, a Equatorial também oferece benefícios como previdência privada, plano de saúde e odontológico, e vale-alimentação. Interessados podem se candidatar por meio do site https://equatorialtrainee.across.jobs/.


Despedida

Produtores rurais e funcionários da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) se despediram nesta quarta-feira, 2, de um dos colaboradores mais antigos da Casa, Severino Ramos, falecido na última segunda-feira, 31 de maio, vítima de acidente automobilístico.


Contribuição

Natural de Colônia Leopoldina, Severino prestou grandes serviços à pecuária alagoana, em especial nas edições da Expoagro, leilões e competições no Parque da Pecuária. Domício Silva, presidente da ACA, lamentou a perda. “Uma figura muito querida, sempre muito prestativo e compromissado com o trabalho. Ao seu modo, fez muita amizade e já está fazendo imensa falta no ambiente de trabalho”, afirmou Silva. Ramos deixa nove filhos.


Selo

Um novo decreto presidencial alterou o referencial para a definição do percentual mínimo de matéria-prima que deve ser adquirido da agricultura familiar por empresas produtoras de biodiesel detentoras do Selo Biocombustível Social.


O que muda

A medida muda a metodologia do cálculo, que passará a utilizar como parâmetro o valor do biodiesel comercializado anualmente pelo produtor de biodiesel e não mais o valor total de matéria-prima adquirida pela empresa produtora. A alteração tem o propósito de conferir maior igualdade entre os produtores de biodiesel, independentemente da forma de aquisição do insumo, seja in natura ou óleo. A nova regra deve entrar em vigor ainda este ano.

Mais matérias
desta edição