app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA07092021

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 07/09/2021 - Matéria atualizada em 06/09/2021 às 21h47

Era fake

A prisão em “flagrante” de um assessor da Assembleia Legislativa de Alagoas na madrugada da sexta-feira 13 de novembro de 2020 “tirou” Davi Davino Filho. Agora, dez meses depois, a investigação foi arquivada. O Ministério Público Eleitoral, autor da ação, diz que “não há conduta delituosa a ser apurada” – o que qualquer pessoa bem informada sobre a política alagoana já sabia.


Armação?

O servidor pego em flagrante é um dos técnicos mais respeitados do Legislativo alagoano. E quem o conhece sabe que o dinheiro que transportava no carro, pouco mais de R$ 20 mil, tinha outra finalidade – de atividades privadas do servidor e sua família. Pior, o servidor foi “preso” indo para Marechal Deodoro. Algo que por si só derrubaria a suspeita. Como “comprar votos” no município, se os santinhos eram de um candidato a prefeito de Maceió?


Mistério

A avaliação da equipe de Davi Davino Filho era que, sem o “fake”, Davi passaria para o segundo turno da eleição. Isso nunca vamos saber. Mas é possível, se as autoridades quiserem, saber se a prisão do servidor Igor Bitar, naquele momento, foi obra do “acaso” ou se foi de “caso” pensado.


Arquivamento

O presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor, saiu mais uma vez em defesa de Igor. “O que eu já sabia desde o início desse fato lamentável, ocorrido há quase um ano, agora se consuma. O Ministério Público Eleitoral solicitou à juíza Fabíola Melo Feijão, da 26ª Zona Eleitoral de Marechal Deodoro, o arquivamento de inquérito policial para investigar Igor Bitar, chefe de gabinete da presidência do Poder Legislativo”.


Conduta

Marcelo Victor segue: “Para justificar o pedido, o autor da ação diz que “não há conduta delituosa a ser apurada, não houve flagrante delito de fato típico”, que “ocorreu a apreensão de material, dinheiro e bens sem autorização judicial” e, que, portanto, “somente feriu o direito subjetivo do investigado”.


Reparação

“A magistrada deferiu o pedido do MPE, mandou devolver os bens particulares ilegalmente apreendidos e determinou o arquivamento do inquérito. Resta acionar a Justiça para reparar os danos causados e punir os elementos que agiram à margem das regras de conduta da Polícia Militar de Alagoas. Que assim seja feito em nome da verdade, do Poder Legislativo, do Igor e de sua família”, aponta Marcelo Victor.


Mega...

A oferta exclusiva de machos nelore, entre 24 e 28 meses, vai movimentar o Mega Touros SMP, promovido pelos pecuaristas Márcio e Mauro Paiva, no domingo,12, às 13h, com transmissão pela Agreste Leilões TV. O rebanho de 80 lotes traz uma tourama homogênea pronta para promover melhoramento genético, com fácil adaptação, segundo o médico veterinário Arthur Rebelo.


...Touros

“Essa é uma genética capaz de melhorar os números e desempenho nas fazendas. São reprodutores avaliados por programa de melhoramento genético e que vem sendo consagrada em diversos criatórios do Brasil”, destacou.


Serviço

O remate ainda fará a entrega dos animais comercializados na região Nordeste. O cliente também terá condição de pagamento parcelado em 30 vezes. Os promotores do leilão Mega Touros farão uma apresentação da boiada um dia antes do remates, no sábado (11), às 9h, na Fazenda Campina.


Fórmula

Após a queda do preço do ATR no mês de agosto, final de safra, o presidente da Asplana, Edgar Filho, afirmou que os fornecedores de cana estão pleiteando que a fórmula aplicada pelo Consecana seja revista para que possa refletir resultados mais próximos da realidade do setor.


Fardos

A Usina Caeté, por meio do Departamento Comercial, celebra a retomada do mercado de fardos, com um expressivo crescimento de 48% nas vendas em relação à safra anterior, chegando a atingir o segundo melhor desempenho em vendas dos últimos 12 anos.

Mais matérias
desta edição