app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA19112021

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 19/11/2021 - Matéria atualizada em 18/11/2021 às 22h45

FGTS

Foi aprovado nesta quinta-feira (18) o orçamento operacional do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o ano 2022, além do plano plurianual de aplicação para o período de 2023 a 2025. Serão disponibilizados, nos próximos quatro anos, mais de R$ 326 bilhões para a contratação de projetos nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana.


Moradias

A projeção é que o aporte possibilite, até 2025, a construção de 2,5 milhões de unidades habitacionais por meio do Programa Casa Verde e Amarela, além de beneficiar quase 56 milhões de brasileiros com obras de saneamento e infraestrutura urbana. Também há a expectativa de manutenção e geração de 7,4 milhões de empregos por todo o Brasil.


E mais moradias

Do total previsto até 2025, R$ 278 bilhões serão destinados a financiamentos para a construção de novas residências. Outros R$ 34 bilhões serão disponibilizados para a concessão de descontos nos financiamentos para a aquisição da casa própria a pessoas físicas com renda familiar mensal de até R$ 4 mil - um incremento de R$ 4,5 bilhões para essa modalidade. Já as obras de saneamento poderão captar até R$ 19,7 bilhões, enquanto R$ 25,2 bilhões serão voltados a empreendimentos de infraestrutura urbana.


Pindorama

A Cooperativa Pindorama fechou uma importante parceria com um dos maiores representantes do mercado varejista do Brasil. O Grupo Mateus, rede de supermercados que conta com mais de 100 unidades espalhadas pelos estados das regiões Norte e Nordeste, investirá, inicialmente, cerca de R$ 1 milhão nos produtos que fazem parte do mix Pindorama.


Negociações

As negociações entre as empresas foram iniciadas há cerca de três meses, quando representantes do Grupo Mateus visitaram as instalações da Pindorama para conhecer o processo produtivo, a qualidade das matérias-primas e os programas sociais da cooperativa alagoana.


CPLA

O presidente da CPLA, Aldemar Monteiro, acompanhado do diretor Financeiro, Bruno Medeiros, recebeu, ontem, a visita do novo superintendente da Conab em Alagoas, Bruno Barros. No encontro, foi discutida a parceria para o fortalecimento do produtor rural alagoano com um cooperativismo cada vez mais participativo em conjunto com a Conab.


Reajuste

Após rodada de negociação com representantes da classe patronal (Sindaçúcar-AL, Federação da Agricultura de Alagoas e a Asplana), os assalariados rurais do setor canavieiro de Alagoas conquistaram, na convenção coletiva 21/22, um reajuste salarial de 11% no piso dos canavieiros.


Salário

Com o percentual de reajuste, que garante a reposição das perdas da inflação, o salário dos assalariados rurais passa dos atuais R$ 1.127,00 para R$ 1.250,97. Por conta da data-base da categoria, 1° de novembro, o aumento já passa a ser imediato.


Gatilho

O novo acordo trabalhista também determinou um piso garantia no valor de R$ 28 que será acionado caso o mínimo nacional, que entra em vigor em janeiro de 2022, se iguale ou ultrapassasse o valor do salário dos assalariados. Os preços de tabelas de tarefa, corte e de limpa de cana também tiveram reajuste.


Perspectivas

O Brasil, assim como o restante do mundo, está vivendo a maior alta da inflação da última década. Contudo, diversos outros países já mostram sinais de que a crise econômica está sendo contida, enquanto a situação nacional sofre com uma combinação de pressões inflacionárias ainda sem perspectiva de melhora no curto prazo.


Inflação

Segundo Mariana Gonzalez, especialista em mercado financeiro do ISAE Escola de Negócios, o ápice da inflação é relativo ao choque de oferta. “Os estímulos utilizados para tentar evitar a crise econômica em meio à pandemia geraram um excesso de demanda em um curto espaço de tempo. Somados isso às restrições de funcionamento que foram impostas durante os períodos de lockdown, tivemos a quebra da cadeia produtiva e o aumento da distância entre o volume demandado e o ofertado”, explica.

Mais matérias
desta edição