app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA10052022

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 10/05/2022 - Matéria atualizada em 09/05/2022 às 23h15

Muda

Mais de 30 pessoas representando 22 cooperativas alagoanas participaram, nesta segunda-feira (9), de reunião com o interventor judicial responsável pelo processo eleitoral da Organização dos Sindicatos das Cooperativas Brasileiras de Alagoas (OCB-AL), Antônio de Pádua. A reunião foi realizada na sede da OCB, no bairro do Feitosa, em Maceió, a pedido do movimento “Muda OCB”.


Mudando

“Participar de uma reunião na sede da OCB Alagoas é a maior prova do acerto do nosso movimento. Vamos continuar nessa luta, queremos uma OCB para todos, democrática e transparente”, aponta Antonino Cardozo, presidente da Coopaiba e um dos integrantes do movimento.


Nova

A partir do movimento, as cooperativas formaram um grupo de oposição denominado Nova OCB-AL, para participar das eleições da entidade, após uma série de denúncias contra a atual gestão da presidente Márcia Túlia. O processo eleitoral foi suspenso pela Justiça de Alagoas, que nomeou Antônio de Pádua como interventor para conduzir o pleito, marcado inicialmente para março deste ano.


Denúncias

Durante o encontro com o interventor, os participantes do movimento entregaram um documento com 16 pontos, com denúncia e solicitação de esclarecimentos a respeito do processo eleitoral. A última acusação que cai sobre a atual gestão da OCB diz respeito à tentativa de coação de cooperativas que participam do grupo de oposição. O grupo já denunciou várias supostas irregularidades somente nos últimos dois meses.


Tratamento

“O interventor garantiu que não há mais, nem tampouco haverá, favorecimento a determinadas cooperativas, que o tratamento se dá, com a intervenção judicial, entre iguais”, afirma um dos porta vozes do movimento, Antonino Cardozo.


Artigos de...

A Mebuki, fabricante nacional de artigos de plástico para construção e acessibilidade, anunciou que vai investir na abertura de uma nova fábrica em Alagoas. O investimento, na ordem de R$ 3 milhões, será feito no polo industrial de São Miguel dos Campos.


... plásticos

“Essa é mais uma excelente notícia para economia de Alagoas. Pois, a estimativa é que ao entrar em operação a fábrica gere ao menos 50 empregos diretos no interior do estado”, relata o secretário do Desenvolvimento do Econômico e Turismo, André Luiz Gomes, ao enfatizar que a Mebuki BR optou por investir em Alagoas graças à política de incentivos fiscais.


Incentivos

“A política de incentivos fiscais do governo de Alagoas é consistente e competitiva o suficiente para captar empresas de diversos portes para o desenvolvimento do estado. Além disso, os critérios de incentivos fiscais e locacionais têm validade em todo o estado, permitindo que os empresários optem livremente onde querem investir. Isso permite a descentralização das indústrias, ajudando no processo de interiorização do desenvolvimento econômico e social”, completa André Luiz Gomes.


Música

Os cursos de música do Sesc Alagoas estão de volta e, desta vez, os interessados podem ter acesso a aulas de violino e viola, violoncelo, violão, ukelelê e canto. As inscrições começaram nessa segunda-feira (9), das 8h às 19h, na Central de Relacionamento com Clientes (CRC) do Sesc Poço, que fica localizado na Rua Pedro Paulino, nº 40, e seguem até o dia 3 de junho.


Vagas

As aulas serão realizadas nas unidades do Centro e do Poço, no período de 6 de junho a 30 de novembro. Ao todo, serão disponibilizadas 70 vagas e para concorrer a uma delas é necessário ter a idade mínima exigida para cada curso, além de disponibilidade de tempo para as aulas.

Mais matérias
desta edição