app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA06082022

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 06/08/2022 - Matéria atualizada em 05/08/2022 às 22h31

Safra 22/23

Prevista para começar na segunda quinzena de agosto, a safra 22/23 deve beneficiar mais de 19,5 milhões de toneladas de cana, dando continuidade à curva de crescimento que vem sendo traçada pelo setor sucroenergético alagoano nos últimos ciclos de moagem do Estado.


Positiva

Face ao ciclo 21/22, quando foram processadas 18,2 milhões de toneladas de cana, é esperada para 22/23 uma variação positiva de 7,5%. Entre as unidades industriais a expectativa de crescimento, ante a moagem anterior, oscila de 0,3% até 25%, tendo um ciclo com duração média de seis meses.


Pontapé

O levantamento técnico do Sindaçúcar-AL aponta ainda que, em agosto, a moagem será iniciada por duas unidades industriais das 15 que entrarão em operação no novo ciclo. São elas: Santo Antônio, dia 17, e Pindorama, dia 20. As demais usinas informaram que começarão a safra apenas em setembro.


Açúcar

Quanto à produção, o levantamento informa que deverão ser produzidas mais de 1,5 milhão de toneladas de açúcar dos tipos cristal e VHP, o que corresponde a um crescimento estimado de quase 13% em comparação à safra 21/22.


Etanol

Já em relação à produção de etanol – anidro e hidratado –, a expectativa é que sejam fabricados 485.591 milhões de litros do biocombustível. Face a moagem anterior, o crescimento esperado é de 8,6% na safra 22/23.


Remissão

Desde o dia 29 de julho, proprietários de 796 imóveis localizados em trechos específicos nos municípios de João Pessoa (PB), Maceió (AL), Natal (RN), Porto Nacional (TO) e Salvador (BA), já podem aderir à remição de foro digital, segundo o Ministério da Economia.


Domínio

Com a adesão à remição de foro, o foreiro adquire o domínio pleno do imóvel, por meio do pagamento de 17% do valor atualizado do terreno. Esse percentual equivale à proporção econômica de domínio da União. O pagamento à vista possui desconto de 25%, desde que observadas as condições previstas na Lei nº 9.636/98.


Anual

A adesão permite ainda que os foreiros fiquem desobrigados do pagamento do foro anual, no valor de 0,6% do valor do terreno; e do recolhimento do laudêmio, no valor de 5% sobre o valor atualizado do terreno, exigido para as transações de transferência do imóvel.


Taxistas

Desde ontem, 05, teve início a segunda fase para que municípios enviem os dados dos motoristas que poderão receber o Benefício Taxista. O cadastro dos profissionais poderá ser feito até o dia 15 de agosto. A medida para beneficiar taxistas está prevista na Emenda Constitucional nº 123. Na primeira etapa, mais de três mil municípios fizeram o cadastramento de 301.505 taxistas.


Pagamento

Os profissionais elegíveis nessa segunda etapa também receberão duas parcelas, referentes aos meses de julho e agosto. O pagamento será feito no dia 30 de agosto. Os valores serão créditados em conta poupança social digital aberta automaticamente pela Caixa em nome dos beneficiários.


Direito

Terão direito ao benefício os motoristas de táxi que tenham permissões ou concessões (alvarás) com cadastro nas prefeituras ou Distrito Federal e que, entre outras exigências, tenham Carteira Nacional de Habilitação válida.


Fornecimento

As cooperativas da agricultura familiar vinculadas à Unicafes Alagoas receberam a equipe de gestão da Seris nesta sexta-feira, 5, em um café da manhã no Sebrae Alagoas, para apresentar os produtos que poderão integrar o plano de nutrição dos presídios de Maceió e de Arapiraca.

Mais matérias
desta edição