app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA12112022

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 12/11/2022 - Matéria atualizada em 12/11/2022 às 04h00

Concorrendo

A Agreste Saneamento, que atua na captação e tratamento de água em Arapiraca e outros municípios da região, é uma das finalistas do Prêmio Nacional de Qualidade no Saneamento. Considerado o “Oscar” da categoria, o PNQS é promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e será entregue no próximo dia 30.


Finalista

Empresa do Grupo Iguá, a Agreste Saneamento terá a apresentação de dois projetos trabalhados na concessionária entre os finalistas do Seminário PNQS, que ocorrerá na mesma premiação.


Pároco

Na quinta-feira passada, 10, foi conferida a posse canônica a um novo pároco na Paróquia de Nossa Senhora Assunta ao Céu, na comunidade católica de Pindorama, em Coruripe, Litoral Sul de Alagoas. Trata-se do padre Thiago Barbosa. Ele ocupa agora o lugar do antecessor, padre José de Oliveira, que conduziu os fiéis locais desde que Pindorama foi elevado a paróquia, há 14 anos, e assumiu recentemente uma paróquia no município de Teotônio Vilela.


Xingó

Pesquisadores, autoridades governamentais e a comunidade em geral marcaram presença na nona edição do Seminário Internacional de Convivência com o Semiárido. Durante três dias, discutiu ações voltadas ao desenvolvimento contínuo da região. O evento foi realizado de quarta até essa sexta-feira, 11, no Centro Xingó, município de Piranhas.


Abate

O abate de bovinos cresceu 11,2% entre julho e setembro de 2022 em relação a igual período do ano passado e atingiu 7,81 milhões de cabeças. Na comparação com o segundo trimestre deste ano, o avanço é de 5,8%. Esses são os resultados preliminares da pesquisa Estatística da Produção Pecuária.


Comparação

Ainda na comparação entre os terceiros trimestres de 2022 e 2021, a pesquisa mostrou que houve alta de 4,4%, com o abate de 14,37 milhões de suínos e 2,1% frente ao segundo trimestre deste ano. Foi anotado aumento também (0,9%) nos frangos, com o abate de 1,55 bilhão de cabeças e 3,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Repasses

Em 2021, os estados brasileiros transferiram R$ 7,5 bilhões como reforço de capital e R$ 9,9 bilhões como subvenções e receberam R$ 4,5 bilhões de dividendos das empresas estatais estaduais, resultando em repasses líquidos de R$ 12,9 bilhões. Esses entes assumiram ainda R$ 4,2 bilhões de passivos dessas empresas.


Prejuízos

No ano de 2021, 37% das estatais consideradas no painel registraram prejuízo, contra 44% em 2020. Ao se analisar especificamente as empresas não dependentes, verifica-se que 28% delas tiveram perdas financeiras, percentual que chega a 49% quando consideradas apenas as estatais dependentes.


Positivos

Em termos de segmento Empresarial, o setor que apresentou o maior lucro para o período foi o de energia, com ganho total de R$ 14 bilhões, seguido pelo segmento de Saneamento, com R$ 5,8 bilhões e pelo setor de Desenvolvimento Regional, com lucro de R$ 4,1 bilhões.


Negativo

Já os piores resultados foram registrados no setor de Transporte, que acumulou prejuízos de aproximadamente R$ 7,5 bilhões, especialmente por causa das companhias de metrô, e no segmento de Habitação e Urbanização, com cerca de R$ 384 milhões em perdas.


Aumento

A área atingida por incêndios florestais no Brasil entre janeiro e outubro de 2022 teve aumento de 80%, em comparação com o mesmo período de 2021.


Levantamento

O levantamento realizado pelo Monitor do Fogo, iniciativa do MapBiomas Fogo em parceria com o Ipam, aponta que 2.426.597 milhões de hectares de floresta foram queimados neste ano.


Encontro

A vice-presidente da Unicafes Alagoas, Maria José Alves, representou a instituição durante o encontro preparatório para a Marcha das Margaridas 2023, promovido pela Fetag-AL.

Mais matérias
desta edição