app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5713
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA12012023

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 12/01/2023 - Matéria atualizada em 12/01/2023 às 04h00

Perda

O setor agropecuário alagoano perdeu, nesta semana, um dos seus grandes nomes, o criador e produtor de leite Leopoldo Amaral, aos 80 anos, vítima de infarto, ocorrido em Palmeira dos Índios. A morte de Leopoldo Amaral, considerado um dos símbolos da pecuária alagoana, foi lamentada por todos os segmentos do setor do agronegócio do Estado, que divulgaram notas de pesar.


Quem era

Filho e neto de produtor de leite de uma família tradicional de Alagoas, Leopoldo Amaral desempenhava suas atividades na pecuária leiteira na Fazenda São Francisco, localizada no município de Cacimbinhas, no alto Sertão alagoano. Amaral, que foi prefeito do município de Batalha no período de 1974 a 1978, deixa um legado de contribuições a Alagoas.


Luto

A Prefeitura de Batalha emitiu uma nota de pesar e decretou luto oficial de três dias. “Em virtude desse triste acontecimento, decretamos luto oficial de três dias a partir desta data”, postou o prefeito em exercício do município, Wagney Dantas.


Referência

O presidente da Associação dos Criadores de Alagoas, Domício Silva, lamentou a perda de Leopolodo Amaral. “Um produtor exemplar, que sempre esteve entre os melhores de Alagoas e do Nordeste. Leopoldo era uma referência também na genética, sendo um destacado criador de girolando e alcançando altos índices de produtividade”, aponta.


Própolis

O Sebrae Alagoas realizou, em Maceió, o seminário ‘Própolis Vermelha de Alagoas: avanços e perspectivas’. O evento reuniu produtores, pesquisadores, empresários e técnicos para apresentações e diálogos sobre os gargalos e possibilidades que o produto traz.


Caminhoneiro

Os empresários individuais e microempreendedores individuais (MEI) que atuam no ramo do transporte autônomo de cargas e desejam atuar como MEI Caminhoneiro poderão fazer esta opção até o dia 31 de janeiro.


Confiança

A confiança dos donos de pequenos negócios do setor da indústria apresentou alta de 2,8 pontos em dezembro de 2022, influenciada pela recuperação de parte das expectativas, em especial da produção. Os dados são do boletim mensal sobre a sondagem econômica do setor, que é calculado pelo Sebrae e FGV.


Dezembro

O levantamento apontou que dezembro registrou leve recuo (-0,5 ponto) no resultado geral do Índice de Confiança das micro e pequenas empresas (IC-MPE). Os pequenos negócios do Comércio e de Serviços apresentaram queda de 1,1 e 0,3 pontos, respectivamente, em contraposição ao índice da indústria, que cresceu.


Varejo

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro recuou 0,6% de outubro para novembro de 2022. Essa é a primeira queda desde julho do ano passado (-0,2%) e veio depois de uma alta de 0,3% na passagem de setembro para outubro.


Patamar

Com o resultado, o setor se situa no mesmo patamar de junho de 2022 e 3,6% abaixo do recorde da série, ocorrido em novembro de 2020. O varejo apresentou, no entanto, altas na média móvel trimestral (0,3%), na comparação com novembro de 2021 (1,5%), no acumulado do ano (1,1%) e no acumulado de 12 meses (0,6%).


Novembro

Em novembro, seis das oito atividades pesquisadas tiveram redução no volume de vendas: combustíveis e lubrificantes (-5,4%); equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-3,4%); livros, jornais, revistas e papelaria (-2,7%); tecidos, vestuário e calçados (-0,8%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,3%); além de hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,2%).

Mais matérias
desta edição