app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA29112023

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 29/11/2023 - Matéria atualizada em 29/11/2023 às 04h00

Superavit

O aumento de gastos em ritmo maior que o crescimento das receitas fez o superavit primário do Governo Central – Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – cair cerca de 40% em outubro.


Outubro

Em outubro, o resultado ficou positivo em R$ 18,277 bilhões, contra superavit de R$ 30,592 bilhões obtido em outubro de 2022. O superavit caiu 40,3% em valores nominais e 43% em termos reais, quando se desconta a inflação.


Melhor

Em valores nominais, o resultado de outubro foi o quarto melhor da história, só perdendo para outubro de 2022, de 2020 e de 2016. Em valores reais (corrigido pela inflação), foi o oitavo maior superavit para o mês. O número recorde para meses de outubro foi registrado em 2016, quando houve resultado positivo de R$ 40,872 bilhões por causa da repatriação de recursos no exterior ocorrida na época.


Receitas

Na comparação com outubro do ano passado, as receitas subiram, mas as despesas aumentaram em volume maior por causa do Bolsa Família e dos gastos com a Previdência Social. No último mês, as receitas líquidas subiram 5,5% em valores nominais. Descontada a inflação pelo IPCA, a alta chega a 0,6%. No mesmo período, as despesas totais subiram 15,4% em valores nominais e 10,1% após descontar a inflação.


Prévia

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial do país, foi de 0,33% em novembro deste ano. A taxa ficou acima do 0,21% da prévia do mês anterior, mas abaixo do 0,53% da prévia de novembro de 2022. Com o resultado, o IPCA-15 acumula 4,30% no ano e 4,84% em 12 meses.


Pesquisados

Oito dos nove grupos de despesa pesquisados pelo IBGE apresentaram alta de preços na prévia da inflação oficial de novembro, com destaque para alimentação e bebidas: 0,82%. Essa foi a primeira alta de preços dos alimentos desde a prévia de maio deste ano, ou seja, em cinco meses.


Grupo

Comunicação foi o único grupo de despesas a apresentar deflação (queda de preços) no período: -0,22%. Os demais grupos tiveram as seguintes taxas de inflação: vestuário (0,55%), artigos de residência (0,24%), habitação (0,20%), saúde e cuidados pessoais (0,08%) e educação (0,03%).


FGTS

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, disse nesta terça-feira (28) que o projeto sobre o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deve ser enviado pelo governo federal ao Congresso Nacional somente em 2024.


Crítica

O saque-aniversário permite ao trabalhador sacar parte do saldo da conta do FGTS anualmente, no mês do seu aniversário, mas caso o trabalhador seja demitido, pode sacar apenas o valor referente à multa rescisória, não podendo sacar o valor integral da conta — este é um dos pontos criticados por Luiz Marinho.


Empresas

O governo estuda lançar um programa para renegociação de dívidas de empresas, aos moldes do “Desenrola Brasil”. A informação foi dada pelo presidente em exercício, Geraldo Alckmin, nesta terça-feira (28).


Dificuldade

“Tivemos especialmente meses atrás taxas de juros muito elevadas e muitas empresas vindo ainda de problemas do tempo da Covid, da pandemia, tiveram dificuldade. Então, há necessidade sim de ter uma discussão da mesma forma que se buscou um Desenrola para pessoas, ter um desenrola para empresas”, disse Alckmin a jornalistas.

Mais matérias
desta edição