app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA230012024

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 30/01/2024 - Matéria atualizada em 30/01/2024 às 04h00

Safra

Com uma variação positiva de crescimento superior a 13,3%, em comparação a janeiro do ano passado, a safra 23/24 segue a pleno vapor em Alagoas com as 15 unidades industriais em funcionamento.

Toneladas

Dados do boletim quinzenal de n° 09 do Sindaçúcar-AL, com os números acumulados da moagem até o dia 15 de janeiro, foram processadas - desde agosto de 2023 - mais de 13,1 milhões de toneladas de cana em Alagoas. Das 15 usinas em operação, apenas uma registrou variação negativa na quantidade de cana beneficiada no ciclo atual.

Produtos

O boletim informa ainda que foi produzido mais de um milhão de toneladas de açúcar, além de 304.219 milhões de litros de etanol (anidro e hidratado). Em ambos os casos, o percentual de crescimento foi superior a 19% face ao mesmo período da moagem passada.

Tipos

Do total de açúcar produzido na safra, 814.574 toneladas foram do tipo VHP, que tem como destino os mercados mundial e americano, e pouco mais de 205 mil toneladas do cristal, comercializado no mercado interno. Os dados apontam ainda a produção de 32.206 toneladas de açúcar do tipo refinado.

Cana

O levantamento técnico informa ainda que das mais de 13,1 milhões de toneladas de cana processadas pelas usinas de agosto do ano passado até a primeira quinzena de janeiro, mais de 11,6 milhões de toneladas foram destinadas à produção de açúcar.

ATR

O primeiro ATR de 2024 registrou variação negativa de 2% face a dezembro passado. O Conselho de Produtores de Cana-de-açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE) informou que o valor líquido no período foi de R$ 1,3440.

Açúcar

De acordo com o levantamento do Consecana, tanto o açúcar cristal, quanto o VHP, exportado para os mercados mundial e americano, tiveram queda no preço em janeiro.
O saco do açúcar VHP (mercado mundial) passou de R$ 141,97 em dezembro para R$ 135,72 em janeiro e o VHP (mercado americano) de R$ 225,27 para R$ 219,81. Já o cristal foi de R$ 148,15 para R$ 145,93.

Etanol

No sentido contrário, segundo o levantamento do Consecana, o etanol registrou alta de preço em janeiro. O metro cúbico (m³) do anidro passou de R$ 2.505 para R$ 2.577. Já o hidratado subiu de R$ 2,338 para R$ 2.448.
O Consecana divulgou ainda que o preço médio de 1kg de ATR, em janeiro, nos produtos, foi de R$ 2,2742 com posição acumulada de R$ 2,3112.

Padrão

De acordo com o levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada/ Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/ Universidade de São Paulo (CEPEA/ESALQ/USP), que fornece os dados para o Consecana-AL/SE, a cana padrão, teve o valor líquido de R$ 153,3370 com acumulado de R$ 155,8355.

Mais matérias
desta edição