app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Nacional

Ciro cai tr�s pontos e Serra sobe um em nova pesquisa do Sensus

Brasília – Pesquisa do Instituto Sensus realizada entre os dias 24 e 26 de agosto e divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) mostra queda das intenções de voto do candidato à Presidência pela Frente Trabalhista (PPS-PDT-PTB), Ciro Go

Por | Edição do dia 29/08/2002 - Matéria atualizada em 29/08/2002 às 00h00

Brasília – Pesquisa do Instituto Sensus realizada entre os dias 24 e 26 de agosto e divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) mostra queda das intenções de voto do candidato à Presidência pela Frente Trabalhista (PPS-PDT-PTB), Ciro Gomes. Ele baixou de 28,6% (da pesquisa anterior, de 11 a 13 de agosto) para 25,5%, continuando como segundo colocado. Na sondagem estimulada, o candidato do PSDB, José Serra, permanece em terceiro lugar, mas sobe de 13,4% para 14,7%. Essa variação, contudo, está dentro da margem de erro de três pontos percentuais. O petista Luiz Inácio Lula da Silva continua na liderança, subindo de 33,4% para 34% das intenções de voto. Anthony Garotinho (PSB) é o quarto colocado, oscilando de 12,1% para 10,4%. Indecisos, brancos e nulos subiram de 12,1% para 14,4%. O Sensus ouviu 2 mil eleitores em 195 municípios. O resultado da pesquisa sobre o segundo turno da eleição presidencial mantém o candidato Ciro Gomes à frente de Lula com 44,7% a 43,3%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, há empate técnico entre os dois. A pesquisa mostra, no entanto, a queda de Ciro Gomes, que na sondagem anterior do Sensus, nos dias 11 a 13 de agosto, tinha 48,6% no segundo turno, enquanto o petista ficara com 42% das intenções de votos. Pesquisas de intenção de votos dos institutos Ibope e Vox Populi divulgadas na terça-feira mostraram que Lula ganharia de Ciro no segundo turno. Na pesquisa divulgada ontem, Lula também venceria a disputa em segundo turno contra o candidato do PSDB, José Serra, por 49,2% a 36,3%. Num eventual segundo turno entre Ciro e Serra, o candidato da Frente Trabalhista leva vantagem e venceria o tucano por 49,4% a 30,9%.

Mais matérias
desta edição