app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Nacional

Falta de combust�vel � causa de um dos pousos for�ados da TAM

São Paulo – A empresa aérea TAM confirmou ontem à tarde  que foi falta de combustível o motivo do pouso de emergência  do Fokker-100 que fazia o vôo 3804, de São Paulo com destino a Campo Grande (MS), numa fazenda no interior paulista, na manhã de ontem

Por | Edição do dia 31/08/2002 - Matéria atualizada em 31/08/2002 às 00h00

São Paulo – A empresa aérea TAM confirmou ontem à tarde  que foi falta de combustível o motivo do pouso de emergência  do Fokker-100 que fazia o vôo 3804, de São Paulo com destino a Campo Grande (MS), numa fazenda no interior paulista, na manhã de ontem. Num outro incidente, um segundo Fokker-100 da empresa, com problemas no trem de pouso, aterrissou “de barriga” em Viracopos, Campinas (95 quilômetros a noroeste de São Paulo). Em comunicado, a TAM afirmou que a aeronave que teve de pousar numa fazenda em Birigui (518 quilômetros a noroeste de São Paulo) havia decolado do Aeroporto Internacional de Guarulhos às 9h48 “abastecida com autonomia de vôo de três horas e meia, mais do que suficiente para pousar em Campo Grande – percurso feito pelos jatos em uma hora e 23 minutos de vôo”. Segundo a nota, estavam sendo investigadas as razões que levaram o avião a ser obrigado a fazer um pouso de emergência por falta de combustível após somente uma hora e 15 minutos de vôo. O Fokker-100, com capacidade para 108 passageiros, pousou num pasto de uma fazenda, com 24 passageiros a bordo. Quatro pessoas ficaram levemente feridas no incidente. Imagens de TV mostraram que a aeronave ficou bastante danificada, e as rodas do trem de pouso chegaram a se soltar do corpo do avião. O avião chegou a deixar um rastro de terra no gramado da fazenda. Segundo o Pronto-Socorro de Birigui, as vítimas foram levadas ao hospital pelo Corpo de Bombeiros, com escoriações e dores musculares, e liberadas em seguida. Os outros 20 passageiros foram transportados para São José do Rio Preto e de lá seguiram para Campo Grande. Viracopos No outro incidente, também na manhã de ontem, em Viracopos, o Fokker-100 se arrastou pela pista sobre uma camada de espuma acionada para evitar incêndios ou problemas mais graves em decorrência de falhas no trem de pouso, de acordo com a TAM. O vôo 3499 havia saído de Salvador às 8h46 e deveria pousar no Aeroporto Internacional de Guarulhos às 12h10, transportando 42 passageiros e cinco tripulantes. A assessoria de imprensa da TAM disse que não houve feridos no incidente, cujas causas também estão sendo investigadas. O aeroporto de Viracopos estava fechado desde o meio-dia e todos os vôos haviam sido cancelados. Segundo a assessoria de imprensa da sede da Infraero em Viracopos, o aeroporto só seria aberto após a liberação do DAC para a retirada da aeronave da TAM da pista. O avião que pousou em Birigui foi fabricado em 1994, e tinha passado por sua última revisão em julho deste ano. O Fokker que pousou em Viracopos foi fabricado em 1993 e também foi submetido à revisão em julho, segundo a TAM.

Mais matérias
desta edição