app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Nacional

Ascens�o de Serra n�o sensibiliza mercados

Brasília – Investidores externos – e internos – têm se mostrado mais sensíveis às notícias ligadas às eleições que consideram negativas do que às que consideram positivas. Nas últimas semanas, a subida de candidatos da oposição nas pesquisas de intenção d

Por | Edição do dia 07/09/2002 - Matéria atualizada em 07/09/2002 às 00h00

Brasília – Investidores externos – e internos – têm se mostrado mais sensíveis às notícias ligadas às eleições que consideram negativas do que às que consideram positivas. Nas últimas semanas, a subida de candidatos da oposição nas pesquisas de intenção de voto foi apontada por vários analistas como um dos motivos da deterioração de indicadores como o dólar, o risco-país e o valor dos bônus do brasileiros no exterior. Mas esses mesmos indicadores mostram que a recuperação do candidato do PSDB, José Serra, nas pesquisas não altera positivamente o humor dos investidores. Embora sejam cuidadosos ao falar do assunto, alguns analistas afirmam que a explicação está na ótica pessimista dos investidores. Tendências “Essa tendência está mudando, mas o que tem ocorrido ao longo dos últimos meses é que os mercados estão se focando mais nas notícias potencialmente negativas do que nas potencialmente positivas”, afirma Ricardo Amorim, da empresa de pesquisa em Nova Iorque Global Idea. Um exemplo dessa tendência pode ser verificado quando se comparam os números das pesquisas com alguns indicadores. No dia 7 de junho, o instituto de pesquisa Datafolha mostrou José Serra subindo nas pesquisas de 17% para 21% das intenções de voto, enquanto todos os outros candidatos ou caíam (caso de Lula e Garotinho) ou subiam menos do que Serra (caso de Ciro). Um quadro bastante parecido foi mostrado pelo Ibope uma semana depois.

Mais matérias
desta edição