app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Nacional

Ex�rcito garantir� elei��es no Rio e mais oito Estados

Brasília – Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovaram na noite de ontem, em sessão administrativa, o pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio para o envio de tropas federais ao Estado como objetivo de garantir a segurança no dom

Por | Edição do dia 04/10/2002 - Matéria atualizada em 04/10/2002 às 00h00

Brasília – Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovaram na noite de ontem, em sessão administrativa, o pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio para o envio de tropas federais ao Estado como objetivo de garantir a segurança no domingo, dia das eleições. O despacho com a decisão ainda não foi publicado, mas foi enviado ainda ontem ao TRE-RJ e ao Ministério da Defesa, que tomará as medidas logísticas e administrativas para organizar a atuação do Exército no Estado. Já  a atuação das polícias Federal e  da Rodoviária Federal ficará por  conta do Ministério da Justiça. O pedido de tropas federais havia sido encaminhado no fim da tarde de ontem ao TSE. A Justiça eleitoral já trabalhava com a possibilidade de organizar um esquema especial de segurança no Rio, no domingo. A decisão de pedir tropas federais foi reforçada após os fatos ocorridos na última segunda-feira, quando traficantes ordenaram o fechamento de boa parte do comércio no Rio de Janeiro e Baixada Fluminense. Além do Rio, outros 170 municípios brasileiros em oito Estados pediram a proteção do Exército nas eleições deste ano. Tropas federais vão estar presentes, também, no Acre, Amazônia,  Bahia, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraná e Tocantins. A presença do Exército ainda pode ser solicitada ao TSE até o dia da eleição. Mais de 6.000 homens devem participar da operação. Observadores Os observadores internacionais que vão acompanhar as eleições no Brasil chegam hoje ao País. Representantes de 37 países e três organismos internacionais foram convidados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para acompanhar o primeiro turno do pleito. Eles serão recebidos às 19 horas pelo presidente do TSE, ministro Nelson Jobim, no Hotel Nacional. Os convidados internacionais serão distribuídos por nove cidades brasileiras onde, no domingo, testemunharão o processo eleitoral brasileiro e terão condições de levar para seu país de origem informações sobre a possibilidade da aplicação do sistema de votação informatizada.

Mais matérias
desta edição