app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Nacional

Calor dever� continuar na maior�parte do Brasil, prev� o Inmet

São Paulo – Os brasileiros podem ficar preparados para mais calor nos próximos oito dias, porque o bloqueio de uma frente fria elevará a temperatura em várias partes do País, incluindo São Paulo, que deve registrar mais de 40 graus na região norte e noroe

Por | Edição do dia 13/10/2002 - Matéria atualizada em 13/10/2002 às 00h00

São Paulo – Os brasileiros podem ficar preparados para mais calor nos próximos oito dias, porque o bloqueio de uma frente fria elevará a temperatura em várias partes do País, incluindo São Paulo, que deve registrar mais de 40 graus na região norte e noroeste.  “A primavera será bem quente e não há previsão de chuvas fortes por enquanto”, disse hoje, em Brasília, o chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Francisco de Assis Diniz. Mas há divergência no próprio Inmet. A meteorologista do instituto Micheline de Souza Coelho, que fica em São Paulo, prevê pancadas de chuva no Estado. Já o meteorologista Carlos Repelli, da InfoTempo, prevê tempo ensolarado na maior parte do Estado, com instabilidade na região sul e no litoral sul. Hoje, a máxima foi de 35,6 graus na capital paulista. O último fenômeno El Niño ocorreu há quatro anos e a onda de calor não era esperada, segundo Assis. Para ele, o País também está sob os efeitos do El Niño, que causa estiagem no Nordeste, como em 1998 e 1999. O El Niño faz a água do Oceano Pacífico se aquecer mais que o normal. Nos últimos meses, o acréscimo foi de 1 grau. “O reflexo disso já está sendo sentido também no Sudeste e no Centro-Oeste do País, agravando ainda mais a situação”. O aumento da temperatura será mais acentuado no norte de São Paulo. O meteorologista prevê ainda altas em regiões da Bahia, Tocantins, Piauí, Minas e Mato Grosso. O problema, segundo o Inmet de Brasília, é decorrente do bloqueio de uma frente fria estacionada no Sul, impedida de avançar por fortes ventos. Em Brasília, por exemplo, onde a temperatura média é de 27 graus, o calor atingiu 30 graus. No Tocantins, houve registro de 44 graus.

Mais matérias
desta edição