app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Nacional

Divis�o no PMDB

Brasília – O senador Renan Calheiros (AL) admitiu, ontem, ao chegar à reunião da cúpula do PMDB, que o partido deverá sair dividido desta eleição. Isso porque a tendência natural do grupo que apóia a candidatura de José Serra (PSDB) é ir para a oposição c

Por | Edição do dia 24/10/2002 - Matéria atualizada em 24/10/2002 às 00h00

Brasília – O senador Renan Calheiros (AL) admitiu, ontem, ao chegar à reunião da cúpula do PMDB, que o partido deverá sair dividido desta eleição. Isso porque a tendência natural do grupo que apóia a candidatura de José Serra (PSDB) é ir para a oposição caso ele perca a eleição. E o mesmo acontecerá com a ala que está com o petista Luiz Inácio Lula da Silva, caso ele seja derrotado. Hoje, o partido está junto com o PT em cinco estados: Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Paraná. “O PMDB é um partido plural, complexo e democrático”, afirmou Renan. A decisão do partido, entretanto, só deve ser tomada depois do resultado final da eleição, segundo o ex-ministro Eliseu Padilha (RS). “Nosso rumo é Serra até domingo. Depois é que vamos analisar que posição adotar. Minha opinião pessoal é que, caso Lula vença, o partido vá para oposição”, ponderou. Apesar disso, a discussão do assunto foi o tema principal do encontro que aconteceu ontem, na casa do presidente da sigla, Michel Temer, em Brasília. O governador reeleito de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, foi um dos presentes à reunião.

Mais matérias
desta edição