app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Nacional

Canoniza��o da primeira santa brasileira

São Paulo – O papa João Paulo II anuncia hoje a data de canonização da primeira santa brasileira:  Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus. O processo religioso  para a canonização começou a correr em Roma em 1965, e foi preciso a comprovação por méd

Por | Edição do dia 26/02/2002 - Matéria atualizada em 26/02/2002 às 00h00

São Paulo – O papa João Paulo II anuncia hoje a data de canonização da primeira santa brasileira:  Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus. O processo religioso  para a canonização começou a correr em Roma em 1965, e foi preciso a comprovação por médicos e peritos de dois milagres realizados pela madre antes de sua conclusão. A canonização é uma das mais antigas reivindicações dos religiosos no Brasil, considerado a maior nação católica do mundo. O País nunca teve um santo reconhecido pelo Vaticano. Amanhã, o papa faz o anúncio oficial de que o processo passou por todas as instâncias da Igreja e marca a data e local para a cerimônia de canonização. O pronunciamento do papa está sendo aguardado com ansiedade pelos católicos brasileiros. Segundo o padre Eduardo Coelho, da Cúria Metropolitana de São Paulo, trata-se “de um acontecimento extraordinário” para os fiéis. A irmã Terezinha Santa Negri, que pertence à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição – ordem fundada por madre Paulina – não esconde sua satisfação e diz aguardar com “ansiedade e curiosidade” o pronunciamento de João Paulo II. Apesar de ser considerada a primeira santa brasileira, madre Paulina nasceu na Itália, mas veio para o Brasil com dez anos, em 1875. Em 1890, quando tinha 25 anos, a madre descobriu sua vocação religiosa e fundou sua congregação no município de Nova Trento, no interior de Santa Catarina. Ela morreu em 1942, aos 77 anos, no Ipiranga, em São Paulo.

Mais matérias
desta edição