app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Nacional

Sem-terra deixam Instituto Lula ap�s 32 horas de invas�o

São Paulo, SP – Após quase 32 horas, moradores do assentamento Milton Santos e estudantes que ocupavam a sede do Instituto Lula, no Ipiranga, zona sul de São Paulo, deixaram pacificamente o local na tarde de ontem. De lá, seguiram para a superintendência

Por | Edição do dia 25/01/2013 - Matéria atualizada em 25/01/2013 às 00h00

São Paulo, SP – Após quase 32 horas, moradores do assentamento Milton Santos e estudantes que ocupavam a sede do Instituto Lula, no Ipiranga, zona sul de São Paulo, deixaram pacificamente o local na tarde de ontem. De lá, seguiram para a superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), onde tiveram uma reunião com o presidente nacional da entidade, Carlos Guedes. O grupo reivindica que a presidente Dilma Rousseff assine um decreto de desapropriação da área onde fica o assentamento, localizado em Americana, interior do Estado. A terra é alvo de disputa na Justiça, que determinou a reintegração de posse até o dia 30 deste mês. Até o início da noite de ontem, a reunião entre os manifestantes e o dirigente do Incra não havia terminado. O objetivo da invasão do Instituto Lula era conseguir que o ex-presidente intercedesse junto a Dilma para solucionar o caso.

Mais matérias
desta edição