app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5692
Nacional

Congresso vai recorrer de liminar

Brasília, DF – Em uma dura resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender o projeto que inibe a criação de partidos, os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acusaram o Judiciár

Por | Edição do dia 26/04/2013 - Matéria atualizada em 26/04/2013 às 00h00

Brasília, DF – Em uma dura resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender o projeto que inibe a criação de partidos, os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acusaram o Judiciário ontem de “intromissão” no Poder Legislativo. Eles reclamam de decisão do ministro Gilmar Mendes de suspender temporariamente a tramitação do projeto que reduz a fatia das novas siglas no fundo partidário e no tempo de propaganda em rádio e TV. O projeto já foi aprovado na Câmara e está em discussão no Senado. Renan disse que há uma “crise” entre os dois Poderes ao anunciar que o Congresso vai recorrer contra a decisão, tomada anteontem de forma liminar por Mendes. O despacho do ministro do STF ocorreu horas depois de avançar na Câmara uma proposta que retira poderes do Supremo.

Mais matérias
desta edição