app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Nacional

Ala oposicionista do PMDB convoca conven��o nacional

Brasília – O Diário Oficial da União publicou ontem o edital de convocação de uma convenção nacional extraordinária do PMDB no dia 25 de janeiro de 2003 para discutir a posição do partido em relação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O document

Por | Edição do dia 05/12/2002 - Matéria atualizada em 05/12/2002 às 00h00

Brasília – O Diário Oficial da União publicou ontem o edital de convocação de uma convenção nacional extraordinária do PMDB no dia 25 de janeiro de 2003 para discutir a posição do partido em relação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O documento foi assinado por nove presidentes de diretórios estaduais que defendem o apoio do partido ao governo do petista em oposição interna à cúpula da sigla, presidida pelo deputado Michel Temer (SP). A articulação para a convocação da instância máxima do partido foi encampada pelo governador eleito do Paraná, Roberto Requião (PMDB). Ele nega que a convenção tenha objetivo de derrubar a atual direção do partido e propõe a montagem de uma chapa de consenso entre os dois grupos internos para substituir a atual gestão em setembro de 2003. O documento foi assinado, também, pelos dirigentes de diretórios ligados ao senador José Sarney (PMDB-AP), como Maranhão e Amapá, que apoiaram a candidatura de Lula. O edital propõe também a discussão das “medidas de represálias e coações” que teriam sido adotadas pela Executiva Nacional do PMDB em diretórios contrários à direção do partido. A proposta faz uma referência indireta ao pedido de intervenção no diretório paulista da sigla, presidido pelo ex-gover-nador de São Paulo Orestes Quércia, apresentado por cinco deputados federais do Estado. O presidente nacional do partido acatou o pedido e deu prazo para que o diretório apresente sua defesa por escrito. Temer ainda não se manifestou sobre o pedido, mas já havia dito anteriormente que se o requerimento fosse apresentado à Executiva Nacional do PMDB iria analisar a convocação. O ex-deputado Paes de Andrade (PMDB-CE) informou que a convocação é compul-sória e garantida pelo Estatuto do partido, que prevê a convoca-ção mediante o apoio de um terço dos 27 diretórios estaduais do PMDB. Assinaram o documento os presidente dos diretórios de São Paulo (Orestes Quércia), Maranhão (João Alberto Souza), Amapá (Gilvan Borges), Ron-dônia (Amir Lando), Goiás (Helenês Cândido), Tocantins (Igor Avelino), Sergipe (Benedito de Figueiredo), Paraná (Caito Quintana, em exercício) e Minas Gerais (Saraiva Felipe).

Mais matérias
desta edição