app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Nacional

FGTS: bancos ser�o punidos por atrasar extratos

São Paulo – Os bancos que não entregaram todas as informações relativas às perdas do  Fundo de Garantia do Tempo  de Serviço (FGTS) até o dia 31  de janeiro serão multados em  10% dos valores não informados. O ministro do Trabalho,  Francisco Dornelles, d

Por | Edição do dia 02/03/2002 - Matéria atualizada em 02/03/2002 às 00h00

São Paulo – Os bancos que não entregaram todas as informações relativas às perdas do  Fundo de Garantia do Tempo  de Serviço (FGTS) até o dia 31  de janeiro serão multados em  10% dos valores não informados. O ministro do Trabalho,  Francisco Dornelles, disse que 60 bancos estão nesta situação, pois apenas 18 cumpriram o prazo. Entre os bancos com maior número de contas que não cumpriram a exigência estão o Banco do Brasil, que entregou apenas 7,58%, o Banespa (15,82%), o Bradesco (21,8%), Itaú (10,16%), HSBC (sem qualquer entrega) e o Unibanco (9,95%). Os 60 bancos que serão multados entregaram, até agora, somente 11,14% das informações. O valor da multa para cada banco será definido após a reunião do Conselho Curador do FGTS, que será realizada no próximo dia 12. Segundo o ministro do Trabalho, ainda não é possível saber os valores. “Se todos os bancos enviarem as informações até o próximo dia 15, o prazo de pagamento dos expurgos a que têm direito os trabalhadores não ficará comprometido”, disse. No último mês, o percentual de informações enviadas aumentou aproximadamente 30%. Francisco Dornelles acrescentou que, mesmo que os bancos enviem o restante até o dia 15, eles serão multados. Os expurgos do FGTS se referem aos planos econômicos de 1989 e 1990. Já aderiram ao acordo 12,5 milhões de trabalhadores. Para quem tem a receber até R$ 1 mil, o pagamento deverá ser feito até junho. Para valores entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, o dinheiro sairá no segundo semestre do ano.

Mais matérias
desta edição