app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Nacional

Aplicativos auxiliam na economia de �gua

Brasília – As chuvas começaram a chegar, discretamente, no Sudeste, mas ainda não devem ser suficientes para repor a água nos reservatórios que abastecem a região metropolitana de São Paulo. A população sofre com a estiagem prolongada, mas a economia de

Por | Edição do dia 16/11/2014 - Matéria atualizada em 16/11/2014 às 00h00

Brasília – As chuvas começaram a chegar, discretamente, no Sudeste, mas ainda não devem ser suficientes para repor a água nos reservatórios que abastecem a região metropolitana de São Paulo. A população sofre com a estiagem prolongada, mas a economia de água deve ser praticada por todos os brasileiros, em tempos imprevisíveis de mudanças climáticas. E para ajudar as famílias a economizarem, diversos aplicativos e ferramentas online estão disponíveis para fazer a contagem e controlar o que é gasto de água em casa. Preocupados com a escassez de recursos hídricos, um grupo de alunos do Rio de Janeiro desenvolveu um aplicativo para combater o desperdício. O iWater.capile.net – calcula o gasto de água em atividades do dia a dia como, por exemplo, abrir uma bica, um banho demorado ou uma lavagem de carro com mangueira, e carrega o histórico de consumo do usuário. A Organização das Nações Unidas prevê que a população precisará de 40% a mais de água em 2030 e, ainda assim, os brasileiros estão muito distantes do tema água, que só chama a atenção quando há uma crise instalada. O estudante Victor Capilé, de 16 anos, que desenvolveu o iWater, explica que, além da contagem, a ferramenta traz informações e curiosidades sobre os recursos hídricos no mundo. “Acredito que a falta de água ainda pode desencadear guerras se não fizermos alguma coisa. Então decidimos levar o projeto adiante, porque as pessoas precisam ter essa conscientização”, disse Victor.

Mais matérias
desta edição