app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5728
Nacional

Rejeitada cota para mulheres nos legislativos

A Câmara dos Deputados retomou, ontem, a votação da reforma política e rejeitou a criação de uma cota de 15% para as mulheres em todas as cadeiras parlamentares do País. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), a medida precisava de 3

Por | Edição do dia 17/06/2015 - Matéria atualizada em 17/06/2015 às 00h00

A Câmara dos Deputados retomou, ontem, a votação da reforma política e rejeitou a criação de uma cota de 15% para as mulheres em todas as cadeiras parlamentares do País. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), a medida precisava de 308 votos a favor, mas recebeu apenas 293. Os votos contrários foram 108 e houve, ainda, 53 abstenções. Se entrasse em vigor, o percentual seria aplicado gradualmente: 10% na primeira legislatura, 12% na segunda e, finalmente, 15% na terceira. Por se tratar de uma PEC, a matéria precisaria ainda ser aprovada em segundo turno na Câmara e em outros dois turnos no Senado. A medida valeria para as vagas na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas dos estados e nas câmaras municipais, mas não se aplicaria ao Senado.

Mais matérias
desta edição