app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Nacional

Dilma quer Senado ‘moderador’

Brasília, DF – A presidente Dilma Rousseff reuniu 21 de seus ministros de Estado e 43 senadores de sua base aliada para pedir que o Senado atue como “poder moderador” diante das chamadas “pautas-bomba”, consideradas por ela medidas “não apenas contra o go

Por | Edição do dia 12/08/2015 - Matéria atualizada em 12/08/2015 às 00h00

Brasília, DF – A presidente Dilma Rousseff reuniu 21 de seus ministros de Estado e 43 senadores de sua base aliada para pedir que o Senado atue como “poder moderador” diante das chamadas “pautas-bomba”, consideradas por ela medidas “não apenas contra o governo, mas contra o Brasil”. O encontro aconteceu na segunda-feira num jantar no Planalto. Dilma aposta no Senado como “Casa revisora” dos projetos aprovados pela Câmara que aumentam os gastos da União e prejudicam o ajuste fiscal do governo. Segundo a presidente, o Senado precisa funcionar como um “espaço de equilíbrio”, “para se refletir melhor”. “Se isso continuar [a aprovação das pautas-bomba], vai comprometer a economia além desse governo”, disse Dilma. A presidente reconheceu mais uma vez o momento difícil pelo qual passa o país, mas disse acreditar que logo o governo vai superar essa fase. Ao lado dos ministros da equipe econômica, Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento), Dilma pediu que os senadores impeçam a aprovação final dessas pautas e votem a desoneração da folha de pagamento, última medida do ajuste que ainda precisa ser apreciada pelo Congresso.

Mais matérias
desta edição