app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Nacional

Financiamento privado ser� retomado

Brasília, DF – O financiamento privado de campanha, suspenso pelo Senado em votação na noite de quarta-feira (3), será retomado pela Câmara, avalia o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Não tenho a menor dúvida [de que a Câmara vai retomar a do

Por | Edição do dia 04/09/2015 - Matéria atualizada em 04/09/2015 às 00h00

Brasília, DF – O financiamento privado de campanha, suspenso pelo Senado em votação na noite de quarta-feira (3), será retomado pela Câmara, avalia o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Não tenho a menor dúvida [de que a Câmara vai retomar a doação empresarial]. O Senado tem todo o direito de deliberar do jeito que bem entender. Mas, se a Câmara, em dois turnos, manteve na Constituição [o financiamento privado], e tinha aprovado na [proposta] infraconstitucional, não tenho dúvidas de que os deputados vão restabelecer o texto com relação a esse ponto. A maioria da Casa está consolidada”, argumentou Cunha. Nos bastidores, a mudança no financiamento feita pelo Senado tem sido avaliada por deputados como uma forma de “melhorar a imagem dos senadores”, que, para parlamentares ouvidos pela reportagem, “já sabiam que a Câmara retomaria o cenário anterior”. Além desse projeto, que vai retornar para votação dos deputados – por se tratar de um Projeto de Lei da Câmara, a proposta retorna para a Casa de origem quando modificada pela outra –, os deputados já avalizaram o financiamento privado em uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), que terminou de ser votada em meados de agosto.

Mais matérias
desta edição