app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Nacional

Mello ser� relator do pedido de inqu�rito de Mercadante

Brasília, DF – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello foi definido como relator dos pedidos da Procuradoria-Geral da República para abertura de inquérito contra o ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) e o senador Aloysio Nunes (PSD

Por | Edição do dia 09/09/2015 - Matéria atualizada em 09/09/2015 às 00h00

Brasília, DF – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello foi definido como relator dos pedidos da Procuradoria-Geral da República para abertura de inquérito contra o ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP). Caberá ao ministro autorizar o início das investigações contra os dois políticos. Os pedidos de inquéritos contra Mercadante e Aloysio se baseiam na delação premiada do dono da UTC Ricardo Pessoa, apontado como chefe do cartel de empreiteiras do esquema de corrupção da Petrobras e um dos principais delatores, mas os dois casos não têm relação direta com os desvios na estatal. O empresário teria repassado recursos que não foram declarados à Justiça Eleitoral para as campanhas eleitorais dos dois. A investigação preliminar da PGR apontou que os casos não tinham indícios de ligação com o esquema de corrupção da Petrobras, que são o foco da Operação Lava Jato. Por isso, o órgão sugeriu a redistribuição ao ministro Teori Zavascki, já que ele é o ministro do STF que está cuidando dos casos da Operação Lava Jato. Ao encaminhar o pedido de abertura de investigação de Mercadante para o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, Teori afirmou que “das análises dos atos, é possível constatar que os autos descritos nesse procedimento não têm relação de pertinência imediata das demais investigações sob minha relatoria, notadamente relacionadas no âmbito da Petrobras”.

Mais matérias
desta edição