app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Nacional

Conselho de �tica da C�mara d� sequ�ncia a processo de cassa��o

Brasília, DF – Depois de quase cinco meses de idas e vindas e alvo de um arsenal de manobras patrocinadas por Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e aliados, o Conselho de Ética decidiu na madrugada de ontem, por apertada margem, dar sequência ao processo de cassação

Por | Edição do dia 03/03/2016 - Matéria atualizada em 03/03/2016 às 00h00

Brasília, DF – Depois de quase cinco meses de idas e vindas e alvo de um arsenal de manobras patrocinadas por Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e aliados, o Conselho de Ética decidiu na madrugada de ontem, por apertada margem, dar sequência ao processo de cassação contra o presidente da Câmara dos Deputados. Apesar de o resultado representar apenas a superação do obstáculo inicial do processo, o resultado de 11 votos a 10 representa uma grande derrota para Cunha, que empenhou todo o seu peso político nos últimos meses para tentar barrar a tramitação do caso. O placar inicial foi de 10 votos a 10. Coube ao presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), desempatar a favor da continuidade do processo. A ação de Cunha e de aliados, que nos últimos meses resultou em uma troca de relator e no cancelamento da primeira votação contrária a ele no colegiado, durou até o último momento. Cunha presidiu na noite desta terça, até pouco após as 23h, uma sessão no plenário quase fantasma, com pouco mais de dez aliados que se revezavam nos microfones com discursos variados. O objetivo era evitar a retomada da sessão do Conselho de Ética.

Mais matérias
desta edição