app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Nacional

Irm�o de Jader complica fam�lia em depoimento

Belém – O dentista Lionel Barbalho, 59, comprometeu  seu irmão, o ex-senador Jader  Barbalho (PMDB-PA), ontem,  em depoimento na Justiça Federal, no processo que apura a atuação de uma organização criminosa acusada de fraudar a extinta Sudam (Superintendê

Por | Edição do dia 11/04/2002 - Matéria atualizada em 11/04/2002 às 00h00

Belém – O dentista Lionel Barbalho, 59, comprometeu  seu irmão, o ex-senador Jader  Barbalho (PMDB-PA), ontem,  em depoimento na Justiça Federal, no processo que apura a atuação de uma organização criminosa acusada de fraudar a extinta Sudam (Superintendência do Desenvolvimento  da Amazônia), em R$ 132 milhões. Para o Ministério Público Federal, Lionel reforçou indícios de que Jader tinha influência política na aprovação e na liberação de verbas da Sudam. Em seu depoimento, Lionel afirma ter levado o empresário de Altamira (PA) Danny Gutzeit “duas vezes ao superintendente da Sudam na época, José Artur Guedes Tourinho, com quem se reuniram, naquelas duas vezes, para pedir ao superintendente orientações sobre procedimentos que deveriam ser adotados para a apresentação do projeto”’. Gutzeit é apontado pelo Ministério Público Federal como um dos maiores fraudadores da Sudam na região de Altamira. Tourinho, que também é acusado de integrar a organização, foi superintendente da Sudam por indicação política de Jader, que na época era senador. O irmão de Jader é acusado no processo por estelionato. Sua função, segundo apurações do Ministério Público, seria intermediar o contato com empresários interessados em instalar projetos com verbas da Sudam. Lionel e seus advogados não quiseram falar com a imprensa, mas ele negou as acusações em seu depoimento. “Sua declaração é importante porque Danny Gutzeit fraudou cerca de 80% dos cerca de R$ 12 milhões que recebeu da Sudam para instalação de projetos em Altamira’’, disse o promotor Felício Pontes. Altamira é um dos principais redutos eleitorais do ex-senador no Pará.

Mais matérias
desta edição