app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Nacional

Casal Capiberibe recorre contra a cassa��o

O casal João e Janete Capiberibe recorreu, ontem, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma medida cautelar com a finalidade de manutenção dos mandatos. A intenção é garantir o mandato de deputada e senador até que o Supremo Tribunal Federal (STF) julg

Por | Edição do dia 30/04/2004 - Matéria atualizada em 30/04/2004 às 00h00

O casal João e Janete Capiberibe recorreu, ontem, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma medida cautelar com a finalidade de manutenção dos mandatos. A intenção é garantir o mandato de deputada e senador até que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue o caso. Eles entrarão com ação no STF, logo após publicado o resultado do julgamento no Diário da Justiça, com recurso extraordinário que analisará a inconstitucionalidade do julgamento. Para os advogados de Janete e Capiberibe, entre eles o ministro Paulo Costa Leite, ficou claro que houve dúvidas com relação a inconstitucionalidade do julgamento do TSE pois, enquanto o relator da matéria, ministro Carlos Velloso, considerou constitucional a ação, os ministros Fernando Neves e Celso de Mello divergiram dessa opinião. O líder do PSB na Câmara dos Deputados, deputado Renato Casagrande (ES), que também participou da coletiva dada por Janete nesta quinta-feira, garantiu que os parlamentares têm não apenas o apoio do Diretório Nacional do Partido Socialista Brasileiro como também de todos os diretórios estaduais e municipais. Janete afirmou ainda, que ela e o marido são inocentes da acusação de compra de votos e que lutará para provar isso. Disse, ainda, que os dois esperam a solidariedade do presidente Lula, “pois sempre fizemos campanha para ele no Amapá, em cidades que ele nunca esteve”, disse. Na terça-feira,o TSE cassou por 4 votos a 2 os mandatos do casal, acusados de comprar dois votos, cada um por R$ 26,00.

Mais matérias
desta edição