app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Nacional

JORNALISTA QUE PROTESTOU EM TV ESTATAL FOGE DA PRISÃO E DEIXA A RÚSSIA

A jornalista russa Marina Ovsyannikova, que se tornou famosa por ter interrompido um telejornal de um canal estatal de seu país com um cartaz contra a ofensiva russa na Ucrânia, conseguiu fugir da prisão domiciliar e deixou a Rússia, afirmou seu advogado

Por G1 | Edição do dia 18/10/2022 - Matéria atualizada em 18/10/2022 às 04h00

A jornalista russa Marina Ovsyannikova, que se tornou famosa por ter interrompido um telejornal de um canal estatal de seu país com um cartaz contra a ofensiva russa na Ucrânia, conseguiu fugir da prisão domiciliar e deixou a Rússia, afirmou seu advogado nesta segunda-feira (17).

Ovsyannikova, que no começo da guerra na Ucrânia interrompeu um programa ao vivo na TV estatal russa com o protesto, está “atualmente sob proteção de um estado europeu”, segundo Dmitry Zakhatov, que defende a jornalista. Zakthatov não deu detalhes sobre como ocorreu a fuga.

Após o protesto ao vivo, em um momento em que falar da guerra era proibido em toda a imprensa do país, a jornalista foi presa em agosto pela acusação de espalhar notícias falsas sobre as Forças Armadas da Rússia. Ela estava em prisão domiciliar enquanto aguardava julgamento. “O que está acontecendo na Ucrânia é um crime e a Rússia é a agressora”, disse, na ocasião. Ela ainda chamou a atenção para a forma como a população russa responde às atitudes do Kremlin.

Ovsyannikova pode pegar até dez anos de prisão se for considerada culpada.

Mais matérias
desta edição