app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Nacional

ÔNIBUS COM TURISTAS TOMBA EM ENCOSTA E DEIXA 7 MORTOS NA BR-277

O veículo levava 54 passageiros e 22 deles precisaram ser atendidos em unidades de saúde da região

Por Folhapress | Edição do dia 01/02/2023 - Matéria atualizada em 01/02/2023 às 04h00

São Paulo, SP – Um ônibus que saiu de Florianópolis com destino a Foz do Iguaçu tombou em uma encosta na BR-277, deixando pelo menos sete mortos, na madrugada desta terça (31). A informação é da Polícia Rodoviária Federal, que confirma, entre as vítimas, uma criança de 3 anos e sua mãe, ambas argentinas. Ao menos uma segunda mulher e quatro homens morreram na ocasião. O veículo acidentado levava 54 passageiros e 22 deles precisaram ser atendidos em unidades de saúde da região, com quadros diversos. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos. De acordo com a PRF, o veículo saiu da pista na altura de Fernandes Pinheiro (PR), por volta de 1h50. A dinâmica que levou ao tombamento ainda não foi divulgada. O atendimento às vítimas foi feito pelo Samu e Corpo de Bombeiros. Apenas uma das vítimas foi atendida separadamente, a criança argentina, levada pelo pai antes da chegada do resgate a uma unidade de saúde local. O garoto de três anos, no entanto, já chegou sem vida, segundo a PRF. O controle de tráfego no local segue na área ainda na manhã de hoje. O ônibus em que as vítimas estavam pertence à empresa Viação Catarinense. A empresa ainda não se manifestou nas redes sociais. A reportagem tenta contato para solicitar posicionamento. Este espaço será atualizado tão logo haja resposta.

MOTORISTA

O motorista do ônibus que caiu em uma ribanceira na BR-277 teria admitido que dormiu ao volante, perdendo o controle do veículo. Pelo menos dois sobreviventes afirmaram que ouviram a confissão do homem logo após o acidente, que deixou sete mortos na madrugada de ontem -dois deles, uma criança de 3 anos e sua mãe, cidadãos argentinos. "O motorista saiu sem nenhum arranhão. Eu fui perguntar para ele numa boa o que aconteceu, se ele desviou de algum carro, e ele falou para mim que dormiu, que estava muito cansado. Ele disse: 'Não vou mentir, desculpa'", declarou à RPC o passageiro Alex Souza Marques, que ia até o ponto final do ônibus, em Foz do Iguaçu. Até a manhã de hoje, ele ainda procurava por um familiar que o acompanhava na viagem. "O acidente foi muito rápido. Na hora que o ônibus parou, eu chamei pelo meu cunhado, ele não me respondeu. Eu vi que estava faltando bastante gente dentro do ônibus, estava tudo uma bagunça, aí a gente saiu do ônibus por um buraco que abriram em cima", detalhou. Outro sobrevivente, Alexandre de Oliveira Gamarra, contou ter visto cenas caóticas ao sair do veículo, encontrando apenas uma parte dos 54 passageiros que faziam a viagem, que começou às 16h20 de segunda-feira, em Florianópolis, com paradas em diversas cidades de Santa Catarina e Paraná. O homem disse ter visto um turista alemão com uma fratura exposta, pelo menos três pessoas mortas e o pai da criança, que não resistiu aos ferimentos, tentando reanimá-la, ainda sem ajuda de socorristas. Ao ver a gravidade da situação, o passageiro decidiu questionar o motorista sobre o que aconteceu, já que o trecho da BR-277 não era complexo, e disse que também ouviu o homem confessar o cochilo. "Vimos um pai fazendo massagem cardíaca no seu filho de três anos. Eu fiquei indignado, fui até o motorista e perguntei: 'Cara, como você cai numa ribanceira dessas em uma reta?'. O motorista olhou pra minha cara e disse: 'Eu dormi'. Eu não tive nenhuma reação. Ele também ficou me olhando sem reação. Sei que ele não fez de propósito, mas eu virei as costas e fui embora, pra outro lado, ajudar outras pessoas", declarou o homem à afiliada paranaense da Globo. A identidade do motorista ou lista de passageiros não foram divulgadas.

Mais matérias
desta edição