app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Nacional

F�runs paralelos deram in�cio aos debates em Porto Alegre

Porto Alegre - Embora o Fórum Social Mundial comece  amanhã em Porto Alegre, desde domingo centenas de pessoas já debatem em fóruns  “paralelos” temas como saúde,  pobreza, migrações e direitos  humanos. Em uma prévia do que deve ser o teor dos debates a

Por | Edição do dia 25/01/2005 - Matéria atualizada em 25/01/2005 às 00h00

Porto Alegre - Embora o Fórum Social Mundial comece  amanhã em Porto Alegre, desde domingo centenas de pessoas já debatem em fóruns  “paralelos” temas como saúde,  pobreza, migrações e direitos  humanos. Em uma prévia do que deve ser o teor dos debates a partir de quarta, o 1º Fórum Social Mundial de Saúde teve início no último domingo com ataques ao neoliberalismo e instituições internacionais, como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI). Um dos palestrantes, o professor de saúde pública da Malásia Chan Chee Khoon foi um dos autores desse tipo de crítica. “Eles [países] são reféns de negociações que ocorrem no âmbito de organismos como Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional e vêem seu poder de auto-regulação diminuído, pois precisam se ajustar para não sofrer barreiras financeiras e comerciais. De forma geral, os países estão sob pressão constante, e isso prejudica os sistemas de saúde nacionais”, disse. Com o tema “Travessias na De$ordem Global”, o Fórum Social das Migrações discutiu até ontem os fluxos migratórios no mundo atual e as dificuldades que os migrantes enfrentam nos lugares para os quais mudaram, como violência, discriminação e processo de adaptação relacionado aos povos migrantes.

Mais matérias
desta edição