app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Nacional

Acidente com ponte deixa um morto e tr�s feridos

Curitiba - A Polícia Rodoviária Federal registrou, por volta  das 18h30 de quarta-feira, 15  km de congestionamento na  BR-116, no sentido São Paulo,  nas proximidades da ponte Capivari, que desabou parcialmente durante a madrugada,  em Campina Grande do

Por | Edição do dia 27/01/2005 - Matéria atualizada em 27/01/2005 às 00h00

Curitiba - A Polícia Rodoviária Federal registrou, por volta  das 18h30 de quarta-feira, 15  km de congestionamento na  BR-116, no sentido São Paulo,  nas proximidades da ponte Capivari, que desabou parcialmente durante a madrugada,  em Campina Grande do Sul  (PR). Uma pessoa morreu e três  ficaram feridas. No sentido Curitiba (PR), havia 5 km de lentidão. A previsão era de que a situação fosse normalizada até o final da noite de ontem, de acordo com a Polícia Rodoviária. O desabamento ocorreu na ponte que opera no sentido São Paulo, provavelmente devido à chuva. Após uma análise técnica, a ponte que opera no sentido Curitiba foi liberada para o tráfego e transformada em mão dupla, para atender os motoristas que seguem em ambos os sentidos. Segundo o Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (DNIT), serão destinados R$ 2 milhões para o projeto de recuperação da ponte, que deve demorar cerca de 180 dias. O diretor do DNIT, Alexandre Silveira, deve decretar situação de emergência na rodovia para que as obras possam ser feitas sem licitação. O Ministério dos Transportes informou que cerca de 70 metros da laje da ponte – que tem 320 metros de extensão – foram danificados pelo desabamento do aterro em uma das extremidades. A ponte Capivari foi construída em 1982, e recebeu obras de restauração, reforço e alargamento no final dos anos 90, depois que outra ponte paralela ficou pronta com a duplicação da rodovia. Liberada desde 2000, a ponte suporta um tráfego diário de 30 mil veículos.

Mais matérias
desta edição