app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Nacional

Laudo mostra que casal pode ter sido envenenado em SP

Um laudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) apontou ontem a presença de metais pesados na urina das duas filhas do casal morto no domingo com suspeita de intoxicação em Campinas (95 km de São Paulo). Uma delas, de 17 anos, morreu. A segunda g

Por | Edição do dia 02/02/2005 - Matéria atualizada em 02/02/2005 às 00h00

Um laudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) apontou ontem a presença de metais pesados na urina das duas filhas do casal morto no domingo com suspeita de intoxicação em Campinas (95 km de São Paulo). Uma delas, de 17 anos, morreu. A segunda garota, de 15 anos, teve alta ontem da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas continua internada. Apesar disso, ela deve prestar depoimento à polícia na quarta-feira. A presença dos metais pode reforçar a tese de os três terem sido envenenados – intencionalmente ou acidentalmente. A Polícia Civil não descarta a hipótese de envenenamento, mas prefere agir com cautela e aguardar exames detalhados do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. As autoridades investigam a possibilidade de a contaminação ter ocorrido por causa de um bolo de chocolate, feito pela jovem de 15 anos, ingerido pela família no sábado. De acordo com a Secretaria da Saúde de Campinas, o laudo indica que o metal pesado pode ser arsênico, bismuto ou antimônio. “As subs- tâncias são consideradas de alta toxicidade dependendo da quantidade presente no organismo”, disse o médico sanitarista Vicente Pisani Neto, da Secretaria da Saúde de Campinas.

Mais matérias
desta edição