app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Nacional

Jord�nia nega ter informa��o sobre brasileiro

Amã - O governo da Jordânia negou que teria recebido  informações oficiais a respeito  do paradeiro do engenheiro  brasileiro João José Vasconcellos Júnior, seqüestrado há 15  dias por um grupo rebelde iraquiano. Na segunda-feira, o xeque Ali Mohammed Abd

Por | Edição do dia 03/02/2005 - Matéria atualizada em 03/02/2005 às 00h00

Amã - O governo da Jordânia negou que teria recebido  informações oficiais a respeito  do paradeiro do engenheiro  brasileiro João José Vasconcellos Júnior, seqüestrado há 15  dias por um grupo rebelde iraquiano. Na segunda-feira, o xeque Ali Mohammed Abdouni, que representa a comunidade muçulmana no Brasil e que está no Oriente Médio para ajudar a encontrar um desfecho favorável ao seqüestro do engenheiro, afirmou que o governo jordaniano havia recebido informações sigilosas, dando conta de que ele estava vivo. Asma Khader, porta-voz do governo da Jordânia, disse a rede BBC Brasil que existe esperança de que o engenheiro esteja bem, mas não há informações oficiais sobre o paradeiro de Vasconcellos. A porta-voz explicou que a esperança dos governantes jordanianos se baseia apenas no fato de que nenhuma notícia que pudesse indicar ao contrário foi divulgada até o momento. Apelo A rede de televisão Al-Jazira, do Catar, que é a TV em língua árabe mais vista no mundo, exibiu na terça-feira, em horário nobre, o segundo apelo para pedir a libertação do brasileiro. Gravado pela TV Cultura, de São Paulo, o novo apelo é do xeque Ossama el-Zahed, diretor religioso da Liga da Juventude Islâmica do Brasil. O xeque pede ajuda ao Conselho de Sábios Muçulmanos do Iraque, a mais importante entidade religiosa do país, para que os xeques iraquianos usem a mídia, os sermões de sexta-feira, dia sagrado dos muçulmanos, e tudo o que for possível para ajudar na libertação do brasileiro. Ao lado de outros seis líderes muçulmanos e dez representantes de entidades islâmicas brasileiras, o xeque Ossama el-Zahed pede justiça e a imediata libertação de Vasconcellos, que trabalhava no Iraque para a Construtora Norberto Odebrecht. A mensagem do xeque termina com uma quase advertência: “O Brasil é um país amigo [do Iraque], sempre se opôs à invasão do Iraque e, por isso, não merece ter um filho seu seqüestrado.” Israel O líder palestino Mahmoud Abbas e o premier israelense Ariel Sharon aceitaram formalmente um convite para participar de uma reunião no Egito. O presidente do Egito, Hosni Mubarak, e o rei da Jordânia, Abdullah, serão os anfitriões do encontro, que ocorrerá no resort de Sharm al-Sheik, no Mar Vermelho.

Mais matérias
desta edição