app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Nacional

Revista diz que Beira-Mar confirmou elo com as Farc

Rio de Janeiro – A revista colombiana Cambio afirma que o governo dos Estados Unidos possui uma gravação em que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, relata  seus vínculos com o principal grupo guerrilheiro da Colômbia. De acordo c

Por | Edição do dia 07/05/2002 - Matéria atualizada em 07/05/2002 às 00h00

Rio de Janeiro – A revista colombiana Cambio afirma que o governo dos Estados Unidos possui uma gravação em que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, relata  seus vínculos com o principal grupo guerrilheiro da Colômbia. De acordo com a revista, na gravação, o traficante, que se encontra preso no Brasil, detalha como negociava com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). A entrevista teria sido feita por um agente disfarçado no presídio, em Brasília. A revista diz que, depois de tomar conhecimento da existência da gravação, o traficante teria iniciado negociações com a DEA, a agência de combate às drogas do governo americano, com o fim de conseguir uma pena mais branda. Os Estados Unidos pediram a extradição de Beira-Mar e outros traficantes, além de alguns integrantes das Farc. No que a revista afirma serem transcrições da gravação, Beira-Mar aparece relatando como seria a divisão do faturamento da venda de coca. De acordo com a reportagem, Beira-Mar contou que vendia 1 kg de coca por US$ 3.500. Deste total, US$ 500 ficariam com ele, e a mesma quantidade com as Farc. A reportagem também diz que Beira-Mar afirmou que o alto comando das Farc tem conhecimento de que alguns chefes de regiões controladas pelo grupo estão envolvidos com narcotráfico. O traficante brasileiro também é retratado estimando o faturamento das Farc com o tráfico de drogas em cerca de US$ 10 milhões mensais.

Mais matérias
desta edição