app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Nacional

Atividades do reverendo Moon v�o ser investigadas

Brasília – Brasil e Bolívia deverão trocar informações sobre as atividades do reverendo Moon na fronteira entre os dois países e o Paraguai. O pedido foi feito, ontem, pelo governo brasileiro durante reunião entre os ministérios da Defesa do Brasil e da B

Por | Edição do dia 10/05/2002 - Matéria atualizada em 10/05/2002 às 00h00

Brasília – Brasil e Bolívia deverão trocar informações sobre as atividades do reverendo Moon na fronteira entre os dois países e o Paraguai. O pedido foi feito, ontem, pelo governo brasileiro durante reunião entre os ministérios da Defesa do Brasil e da Bolívia. O reverendo coreano Sun Myung Moon comprou terra em cidades vizinhas e contínuas, em Mato Grosso do Sul e no Paraguai. “Quando algum estrangeiro aparece querendo comprar terras nos dois lados de uma fronteira, estabelecendo contiguidade com terras do outro lado, evidentemente isso interessa ao setor de inteligência e precisa ser acompanhado com atenção”, disse o ministro da Defesa, Geraldo Quintão. Segundo ele, a iniciativa de Moon não é bem-vista. O governo brasileiro se preocupa, ainda, com a atuação de organizações não-governamentais na Amazônia. De acordo com Quintão, a área de inteligência brasileira quer ser informada sobre a expansão da ONG Kota-Mama. “Ela atua na Bolívia sob pretexto de fazer estudos arqueológicos, mas tem autorização para atuar na área da biodiversidade e isso precisa ser acompanhado de perto”, destacou Quintão.

Mais matérias
desta edição