app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Nacional

Oposi��o consegue atrasar trabalhos

| Folhapress Brasília A primeira reunião da Comissão Mista de Orçamento, que analisa a proposta do Orçamento Geral da União para 2006, começou ontem com um embate entre os parlamentares. O deputado Pauderney Avelino (PFL-AM) pediu a leitura integral do

Por | Edição do dia 28/12/2005 - Matéria atualizada em 28/12/2005 às 00h00

| Folhapress Brasília A primeira reunião da Comissão Mista de Orçamento, que analisa a proposta do Orçamento Geral da União para 2006, começou ontem com um embate entre os parlamentares. O deputado Pauderney Avelino (PFL-AM) pediu a leitura integral do relatório setorial de Agricultura e Desenvolvimento Agrário, o primeiro entre os dez sub-relatórios a ser discutido pelos deputados e senadores. O pedido foi acatado pelo presidente da Comissão, senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM), que antes argumentou que o documento, de autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), foi entregue com antecedência de uma semana. Avelino alegou que apenas a leitura integral permitiria a discussão detalhada. “Os parlamentares estão aqui para votar, e a construção desse orçamento é a confecção do último ano do governo Lula. Ano que vem é um ano eleitoral e nós, da oposição, estamos aqui para que o governo não cometa excessos”, disse. O relator geral do orçamento, deputado Carlito Merss (PT-SC), criticou a estratégia da oposição em pedir a leitura integral, avaliando que foi uma tentativa de atrasar os trabalhos. “Essa tática é cansativa. A leitura integral é inócua, até porque, historicamente, os relatórios setoriais são discutidos com base na leitura resumida”.

Mais matérias
desta edição