app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Nacional

ProUni bate recorde de inscritos

| Demétrio Weber Globo Online Brasília - As inscrições para o programa Universidade para Todos (ProUni) terminaram com 797.840 candidatos concorrendo a 91.100 bolsas em mais de mil instituições particulares de ensino superior de todo o País, a partir d

Por | Edição do dia 05/01/2006 - Matéria atualizada em 05/01/2006 às 00h00

| Demétrio Weber Globo Online Brasília - As inscrições para o programa Universidade para Todos (ProUni) terminaram com 797.840 candidatos concorrendo a 91.100 bolsas em mais de mil instituições particulares de ensino superior de todo o País, a partir do primeiro semestre de 2006. A média nacional, portanto, é de quase nove candidatos por vaga. Essa proporção, no entanto, é bem maior nos cursos e instituições mais disputados, da mesma forma que cai em faculdades menos concorridas. No processo seletivo do ano passado, sobraram vagas e o Ministério da Educação (MEC) teve de reabrir as inscrições. O balanço com o nome dos candidatos pré-selecionados será divulgado na sexta-feira. No Estado do Rio, o número de inscritos ficou em 47.397 para um total de 7.511 bolsas, o que dá uma média de 6,3 candidatos por vaga. O estado com maior número absoluto de bolsas é São Paulo: 27.891. O diretor do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior do MEC, Celso Carneiro Ribeiro, admitiu a possibilidade de sobrarem vagas. Das 91.100 bolsas, 63.027 (69%) são integrais e 28.073 (31%) cobrem apenas 50% do valor das mensalidades. No Rio de Janeiro, estão disponíveis 6.363 bolsas integrais e 1.147 parciais. Só na sexta-feira, porém, o MEC divulgará de que forma serão preenchidas as vagas remanescentes, caso isso ocorra. Além das 91.100 bolsas para o primeiro semestre, cerca de 40 mil novas vagas deverão ser criadas para ingresso no segundo semestre de 2006. Para aumentar as chances de ser selecionado, cada candidato pôde se inscrever em até cinco cursos. A média foi de menos de quatro opções por candidato, totalizando 2,9 milhões. O critério decisivo de seleção é a nota média da prova objetiva e de redação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2005. O mínimo exigido são 45 pontos, numa escala de zero a cem.

Mais matérias
desta edição