app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Nacional

Novo temporal no Rio deixa 2 mortos

| GLOBO ONLINE Rio de Janeiro O município do Rio de Janeiro voltou a ser atingido por fortes chuvas ontem. Uma pessoa morreu em um desabamento de uma casa em Bento Ribeiro, outra em um deslizamento em Jacarepaguá e há informação de que pode haver outr

Por | Edição do dia 01/02/2006 - Matéria atualizada em 01/02/2006 às 00h00

| GLOBO ONLINE Rio de Janeiro O município do Rio de Janeiro voltou a ser atingido por fortes chuvas ontem. Uma pessoa morreu em um desabamento de uma casa em Bento Ribeiro, outra em um deslizamento em Jacarepaguá e há informação de que pode haver outros dois mortos em deslizamentos. Um homem caiu em um bueiro, no bairro de Turiaçu, perto de Madureira, e não há informações sobre seu paradeiro. Os rios que cortam a Cidade de Deus, próximo à Linha Amarela, transbordaram, paralisando o trânsito na região. Segundo informações do site Alerta-Rio, nos últimos 60 minutos a estação meteorológica do Tanque (Jacarepaguá) registrou 72,6 milímetros de precipitação. Na Cidade de Deus, o índice alcança 59 milímetros. Já em Anchieta a estação registrou 54,4 milímetros. A partir de 50 milímetros por hora, as chuvas são classificadas como fortes. O intervalo entre as composições na Linha 2 do metrô voltou ao normal, depois de registrar atrasos. De acordo com a assessoria do órgão, o movimento de passageiros foi semelhante ao de sexta-feira passada, quando houve aumento de 30% do número de passageiros. A empresa colocou dois trens extras, um na Linha 2 e outro na Linha 1, para reduzir o intervalo entre as composições. O Corpo de Bombeiros informou que na Rua Jaime Perdigão, atrás do shopping Ilha Plaza, carros foram arrastados pela enxurrada. Na Rua Leônidas, na Penha, onde na sexta-feira passada seis pessoas se afogaram no estacionamento subterrâneo de um shopping, a situação, segundo a Defesa Civil, está sob controle. A chuva começou sobre algumas áreas do município próximas à Baía de Guanabara, principalmente na Ilha do Governador, seguiu na direção de Niterói e atingiu também áreas na Zona Norte como Irajá e Vigário Geral, seguindo para a Zona Oeste. O Rio Maracanã, que corta toda a região da grande Tijuca, transbordou no fim da tarde. Depois do alagamento do Rio Maracanã, que fechou a Avenida Radial Oeste nos dois sentidos, motoristas relataram terem ouvido tiros disparados da Favela da Mangueira. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou um alerta ontem informando que haveria pancadas de chuva desde a tarde de ontem até sexta-feira no município do Rio. As pancadas podem acontecer em diferentes pontos da cidade, mas não devem ter a intensidade da chuva da última sexta-feira.

Mais matérias
desta edição