app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Nacional

Galo da Madrugada vai andar mais

| Fábio Guibu Folhapress Recife - O Galo da Madrugada, maior bloco carnavalesco do mundo, segundo o Guinness Book’, o livro dos recordes, ampliou o percurso de seu desfile de três para 4,5 quilômetros. Com mais espaço, a agremiação sai às ruas de Recife

Por | Edição do dia 25/02/2006 - Matéria atualizada em 25/02/2006 às 00h00

| Fábio Guibu Folhapress Recife - O Galo da Madrugada, maior bloco carnavalesco do mundo, segundo o Guinness Book’, o livro dos recordes, ampliou o percurso de seu desfile de três para 4,5 quilômetros. Com mais espaço, a agremiação sai às ruas de Recife, hoje, com a expectativa de arrastar um número maior de foliões. O bloco, que todos os anos reúne cerca de 1,5 milhão de pessoas, homenageará a seleção brasileira de futebol. “Rumo ao Hexa’’ foi o tema escolhido para a festa, que é aberta, sem cobrança de ingresso nem cordões de isolamento. Os três carros alegóricos receberam decoração em verde e amarelo. A estátua gigante do galo, com 30 metros de altura, instalada em frente à apoteose do desfile, no centro da cidade, também apresenta detalhes nas cores da bandeira brasileira. Como acontece todos os anos, os vinte e cinco trios elétricos contratados para animar os foliões só poderão tocar música pernambucana, sob pena de exclusão do desfile. No rio Capibaribe, que passa ao lado do corredor da folia, pelo menos 50 embarcações são esperadas para saudar a passagem do bloco. O desfile, que começa às 10h, só acaba sete horas depois. Outro grande evento do Carnaval pernambucano aconteceu na quinta-feira e marcou a abertura oficial da folia em Recife: a apresentação conjunta, no marco zero, de 500 batuqueiros de 11 grupos de maracatu e a Banda Sinfônica da cidade. O percussionista Naná Vasconcelos comandou o show. Em Olinda (região metropolitana), o Carnaval foi aberto oficialmente anteontem. A atração de hoje é o bloco do Homem da Meia-Noite. O mais famoso boneco gigante e sua orquestra de frevo sai às ruas à meia-noite para convidar os foliões a desfilar pelas ladeiras estreitas do centro histórico durante a madrugada.

Mais matérias
desta edição