app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Nacional

Sigilo banc�rio foi violado pela Caixa

MARTA SALOMON KENNEDY ALENCAR Folha Online A violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, que testemunhou contra o ministro Antonio Palocci Filho (Fazenda), partiu da própria Caixa Econômica Federal. O formulário de extração de

Por | Edição do dia 22/03/2006 - Matéria atualizada em 22/03/2006 às 00h00

MARTA SALOMON KENNEDY ALENCAR Folha Online A violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, que testemunhou contra o ministro Antonio Palocci Filho (Fazenda), partiu da própria Caixa Econômica Federal. O formulário de extração de dados da movimentação bancária de Francenildo é exclusivo do sistema interno da estatal, ao qual nem clientes têm acesso. Segundo a Folha apurou, a ordem para a violação do sigilo foi dada por um funcionário com cargo de chefia da Caixa, instituição subordinada ao Ministério da Fazenda. Questionada ontem, a estatal não descartou que as informações tenham vazado de dentro da instituição. “Somente a auditoria vai poder constatar a procedência do documento”, afirmou Gabriel Nogueira, assessor de imprensa. A Caixa abriu investigação interna na segunda-feira para apurar a violação de sigilo do cliente e “eventuais responsabilidades pela divulgação de informações”. Relatório em 15 dias A CEF informou que o relatório do inquérito sobre a quebra do sigilo bancário do caseiro levará 15 dias para ficar pronto. Os extratos da conta poupança do caseiro na Caixa Econômica Federal - que mostram o recebimento de R$ 25 mil em depósitos - vazaram para a imprensa quando Francenildo estava sob proteção da Polícia Federal. A Caixa informou que o presidente da instituição, Jorge Mattoso, reuniu-se ontem com uma subcomissão de representantes da CPI dos Bingos, formada pelos senadores Álvaro Dias (PSDB-PR), Wellington Salgado (PMDB-MG) e Flávio Arns (PT-PR). No encontro, Mattoso informou quais foram as providências já adotas para apurar a divulgação de informações sobre a conta poupança de um correntista da Caixa. “No âmbito interno, foi instaurado ontem um processo de apuração disciplinar que objetiva apurar eventuais responsabilidades”, diz comunicado oficial da instituição. Nildo acusa Palocci na CPI dos Bingos, que investiga participação dele em esquema de lobby.

Mais matérias
desta edição