app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Nacional

Futuro pol�tico de Lula � como futebol

| PATRÍCIA ZIMMERMANN Folha Online Brasília - Numa referência às eleições de outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou ontem o seu futuro político a uma Copa do Mundo. Ele recomendou humildade a sua equipe. “Nós precisamos trabalhar mais

Por | Edição do dia 04/04/2006 - Matéria atualizada em 04/04/2006 às 00h00

| PATRÍCIA ZIMMERMANN Folha Online Brasília - Numa referência às eleições de outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou ontem o seu futuro político a uma Copa do Mundo. Ele recomendou humildade a sua equipe. “Nós precisamos trabalhar mais, muito mais, fazer mais e fazer melhor, porque nós sabemos o que nos espera. O jogo que nós temos que enfrentar é mais ou menos igual à Copa do Mundo. Não adianta dizer que o Brasil é a melhor seleção. Teoricamente é. Não adianta dizer que o Brasil tem os melhores jogadores. Teoricamente tem. Se a gente analisar, a gente vai dizer: o Brasil vai ser campeão do mundo. Todo mundo sabe que Copa do Mundo é assim. Como todo mundo sabe que a disputa neste País também não é fácil. Nós temos que, daqui para frente, pé no chão, muita humildade, mas muita coragem de brigar porque nós temos muito ainda a apresentar ao povo brasileiro”, afirmou o presidente ao dar posse ontem a nove novos ministros. Ao novo coordenador político do governo, o ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, Lula avisou que as relações com o Congresso não são fáceis. “A convivência com o Congresso, por mais democrática que seja, é sempre muito difícil, porque são difíceis as relações políticas num mundo democrático, em qualquer país do mundo.” Ao comentar que Tarso já estaria encontrando o caminho “asfaltado” pelos seus antecessores (José Dirceu, Aldo Rebelo e Jaques Wagner), citados nominalmente, Lula afirmou que espera que o novo ministro consiga dar continuidade ao trabalho que vinha sendo bem desempenhado por Wagner. “Eu só peço a Deus que nosso companheiro Tarso Genro consiga fazer o que você fez [Jaques]. Vou torcer para ele fazer mais e melhor do que você até porque ele já tem a trilha que foi aberta, num primeiro momento pelo José Dirceu, depois pelo Aldo [Rebelo], depois por você. Tarso está pegando um caminho asfaltado”, disse.

Mais matérias
desta edição