app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Opinião

Servidor do Evangelho

DOM JOSÉ CARLOS MELO, CM * Com esse artigo de hoje, encerramos a publicação dos temas abordados na Carta Pastoral e aos quais dedicamos este espaço durante os últimos domingos. Serviço na Verdade e na  Justiça - Meu serviço será tanto mais eficaz e evan

Por | Edição do dia 08/09/2002 - Matéria atualizada em 08/09/2002 às 00h00

DOM JOSÉ CARLOS MELO, CM * Com esse artigo de hoje, encerramos a publicação dos temas abordados na Carta Pastoral e aos quais dedicamos este espaço durante os últimos domingos. Serviço na Verdade e na  Justiça - Meu serviço será tanto mais eficaz e evangélico, quando for feito na verdade e na justiça. Servirei ao homem que precisar de mim, não apenas com a ajuda simplesmente humana, mas procurarei orientá-lo, guiá-lo e formá-lo na verdade do evangelho, cujo centro, cerne e pedra angular é Cristo, caminho, verdade e vida (Jo 14,6 ). Assim, para servir por amor, estarei sempre iluminado e sustentado pela verdade, pois amor sem verdade é ilusão e verdade sem amor é teoria, e a pura ilusão e a simples verdade não constroem nem salvam o homem. Seguindo, pois, a orientação bíblica, meu serviço será fundamentado também na justiça, pois “a verdade e o amor se encontrarão, a justiça e a verdade se abraçarão” (Si 84,11). Entregar-me-ei, pois, ao serviço por amor, na verdade e na justiça, para que se possa realizar, numa pastoral de conjunto bem organizada, a tão suspirada nova evangelização e, com a mesma dedicação e entusiasmo, estarei atento a que a fé seja conservada e que nenhum lobo voraz venha perturbar o rebanho, que o Senhor me confiou nesta bendita terra das Alagoas. Serviço da Unidade - O Bispo Vínculo da Unidade: Por outro lado, se o bispo é educador da fé e responsável pelo depósito das verdades reveladas (CD. 12a; LG. 23b), ele é também o vínculo da unidade no meio do seu rebanho: “Os bispos são, individualmente, o princípio e fundamento visível de unidade em suas Igrejas particulares, formadas à imagem da Igreja universal, nas quais e à base das quais se constitui a Igreja Católica, una e santa” (LG,23a). Santo Inácio de Antioquia é, certamente, o padre da Igreja que mais insistiu na função do bispo como princípio visível da unidade da Igreja. Na sua famosa Carta aos Efésios, ela exorta os fiéis a “marcharem unidos com o sentir” do bispo e elogia o conselho presbiteral efesino, que estava “harmoniosamenteconcertado com seu bispo, como as cordas com a lira”. E aos leigos, o santo mártir conclamava: “Haveis de formar um coro, a fim de que, uníssonos por vossa concórdia e tomando em vossa unidade a nota tônica de Deus, canteis, a uma só voz, ao Pai por meio de Jesus Cristo”. E, por fim, Santo Inácio recorda a força da oração, quando ela é feita na unidade com o bispo: “Porque se a oração de um ou de dois tem tanta força, quanto mais a do bispo juntamente com toda a Igreja!” (*) É ARCEBISPO METROPOLITANO DE MACEIÓ

Mais matérias
desta edição