app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

� MILTON H�NIO – m�dico.

Desde a mais remota antiguidade que a luta pela felicidade tem preocupado o ser humano. Filósofos, religiosos, cientistas, literatos, todas as pessoas que pensam, enfim, na caminhada da vida, têm algo a dizer sobre a conquista da felicidade. Durante todos

Por | Edição do dia 10/03/2013 - Matéria atualizada em 10/03/2013 às 00h00

Desde a mais remota antiguidade que a luta pela felicidade tem preocupado o ser humano. Filósofos, religiosos, cientistas, literatos, todas as pessoas que pensam, enfim, na caminhada da vida, têm algo a dizer sobre a conquista da felicidade. Durante todos esses anos, no exercício diário da medicina, convivendo com muita gente de todas as classes sociais, posso lhe garantir que a felicidade é um estado de espírito, um estado da mente. Devemos senti-la dentro de nós e não fora. Fico triste quando vejo que no Brasil existem 40 milhões de depressivos, o que significa que lutam desesperadamente pela conquista da felicidade. Essa turma imensa está enfrentando toda sorte de obstáculos no caminho. Eles tentam encontrar a felicidade não em terras estranhas, mas dentro dos seus próprios corações. Não sou psiquiatra nem psicólogo, mas gosto de estudar a alma humana. Na verdade, o brasileiro está preocupado com o seu destino. O cidadão de bem, aquele que lavra a terra de sol a sol, o operário que ganha um salário mínimo para manter sua família, a professora que é mal remunerada para realizar seu sonho e tantos outros em situação de angústia lutam desesperadamente para conquistar a felicidade. E eu lhe digo: não desanimem nunca. O amanhã sempre virá! Todos merecem a felicidade almejada. Cada ser humano tem sua característica própria, seus temperamentos individuais, sua maneira de ser e de reagir. Esse mal é o grande segredo que tanto o homem como a mulher têm que entender para que haja felicidade. Todos temos em qualquer época da vida problemas, decepções, tristezas e obstáculos. Felicidade não quer dizer ausência de problemas, mas coragem para realizá-los. A vida não desmoronou. Ela segue o seu caminho. A vida está aí esperando por você. Não é uma desgraça não poder alcançar as estrelas, mas é uma desgraça não ter estrelas a alcançar. O pecado não é falhar, mas não tentar o suficiente. Felicidade é o que desejo a todas as pessoas que estão em solidão, para que encontrem no Cristo a certeza de alguém que lhe dê a mão. Ao amanhecer, agradeça a Deus a vida, o dia que está começando e coloque para funcionar suas endorfinas e todos os hormônios benéficos que estão à sua disposição neste estranho laboratório que é o organismo humano. Você precisa viver e não caminhar apenas. Com muita tristeza, lamento a partida para a eternidade do meu caríssimo amigo Bráulio Leite Junior, o homem que dedicou toda a sua vida ao teatro, às artes e à cultura de Alagoas. No ocaso de sua vida, viveu ao lado da natureza no seu Sítio Velho, na Paripueira, sentindo-se feliz ao lado de sua linda família e convivendo com a lua, com o mar, com o sol e com as estrelas que realmente ajudaram em muito o alongamento de sua vida.

Mais matérias
desta edição