app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Opinião

O segredo da l�grima

DOM FERNANDO IÓRIO * Chega a ser curioso saber do poder terapêutico da lágrima. Não faz muito, descobriram alguns pesquisadores existir na lágrima preciosa substância capaz de combater o vírus da Aids. Antes dos cientistas, já tinham os apaixonados de

Por | Edição do dia 05/11/2002 - Matéria atualizada em 05/11/2002 às 00h00

DOM FERNANDO IÓRIO * Chega a ser curioso saber do poder terapêutico da lágrima. Não faz muito, descobriram alguns pesquisadores existir na lágrima preciosa substância capaz de combater o vírus da Aids. Antes dos cientistas, já tinham os apaixonados descoberto que chorar é ingrediente fundamental para a vivência de um grande amor. Como a planta, não deixa o amor de ser regado com a água salgada da lágrima. O impressionante é saber que a terrificante doença que faz o ser humano, desesperadamente, chorar, encontrasse na própria lágrima o segredo de sua cura. Infelizmente, na terapia médica, ainda é uma hipótese o uso da lágrima. Entretanto, no mundo do amor, a lágrima, desde muito tempo, rega e faz crescer o sentimento do querer profundo. Com ternura, as pessoas se apaixonam e passam a viver a beleza das lágrimas. Podemos descobrir a composição química de uma lágrima, mas nunca divisar nela o grau de ternura, de sentimento, de amor. Daí o respeito que devemos ter diante dos que, verdadeiramente, choram. Diante das lágrimas são as palavras insuficientes; em sua presença, é preciso silenciar. Foi assim diante do sofrimento de Jó. Após perder o que possuía; agora chagado, todos silenciam ante o seu sofrimento. Foi aquele estranho silêncio de 7 dias e 7 noites “porque todos viram que sua dor era, por demais, imensa”. Estou em que há diversos tipos de lágrimas: as que brotam de uma alegre surpresa, as que nascem de profundo respeito, de um imenso amor, de uma tristeza indizível; as que emergem de um inesperado encontro, as que surgem de uma exigida partida, de um amor perdido, de um prolongado adeus, de uma mágoa que não se desfaz. Como serão nominados os nascedouros de lágrimas? As lágrimas são água – molham salgando, são rios. Correm no leito da alegria ou do sofrer. As lágrimas fazem-nos sonhar. Sonhar é ir para além do tempo. Por isso, quando sonhamos, o dia nunca termina e as noites nunca chegam. Tudo porque o sonho é maior do que o tempo. Lágrima e sonho guardam os segredos dos apaixonados para além do tempo. As lágrimas da saudade  por quem partiu superam o  tempo que vivemos e a idade  de que desfrutamos, porque  as lágrimas da saudade fazem  com que sintamos a e-terna-idade, que supera a nossa idade cronológica: eternidade. É só pensar que a eternidade de união perene com quem se foi já está nascendo, a partir da saudade de uma lágrima sentida. Que lágrima, intensamente saudosa, brotou de seus olhos no Dia de Finados que se foi?... (*) É BISPO DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS

Mais matérias
desta edição