app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Opinião

For�a da palavra e predestina��o imbat�vel

Há criatura humana portadora de dons corporificados até mesmo antes de nascer, dádivas que acompanham o embrião a partir dos primeiros instantes da germinação, isto é, do acoplamento do espermatozoide com o óvulo. É neste exato momento que os caracteres g

Por | Edição do dia 27/06/2015 - Matéria atualizada em 27/06/2015 às 00h00

Há criatura humana portadora de dons corporificados até mesmo antes de nascer, dádivas que acompanham o embrião a partir dos primeiros instantes da germinação, isto é, do acoplamento do espermatozoide com o óvulo. É neste exato momento que os caracteres genéticos passam a integrar o futuro ser humano. Lembra-nos a figura do profeta Jeremias, segundo as Sagradas Escrituras, assim disse o Senhor: “Jeremias, antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei e te constituí profeta às nações”. Diante dessas assertivas e convicções cremos que cada um de nós, ao nascer, traz intrinsecamente, todos os seus caracteres que desabrocharão no tempo exato. Após o introito abordaremos o assunto deste artigo. Desde os primórdios, isto é, do homem existente da pedra lascada à caverna, sempre existiu alguém que se sobressaiu dentre os demais companheiros. Nos dias atuais, damos como exemplo um cidadão que, ao ingressar na vida política, galgou todos os cargos dos poderes executivo e legislativo, sem jamais haver maculado quaisquer normas administrativas, ou praticado o mínimo ilícito penal. Seu nome, outrora foi execrado, injustamente, perante a opinião pública. Mas, como o tempo é o senhor da razão, fora inocentado pela Suprema Corte de Justiça de todas as acusações impostas levianamente por inimigos gratuitos. E hoje, senador eleito pela segunda vez faz tremular através da palavra sábia, enérgica e corajosa, a bandeira da moralidade brasileira, ainda que, remanescentes da inveja e da pobreza de espírito, tentem ofuscar o brilho de uma estrela inatingível. O político a quem nos referimos trata-se do cidadão Fernando Afonso Collor de Mello, ou simplesmente Fernando Collor, que jamais baixou a cabeça para o mundo demagogo, bem assim para alguém que tenha tentado subestimá-lo, ou imputado quaisquer ações delituosas. Quando alguém pensa em prejudicá-lo, incontinente é mostrado o verso da moeda, posicionando-se corajosamente perante acusações descabíveis feitas por grupos inescrupulosos e invejosos da carreira brilhante que têm percorrido nosso ex-presidente. Collor não manda recado, nem muito menos usa de expedientes escusos. Pessoalmente, emprega todos os meios cabíveis, possíveis e imaginários para, na imprensa nacional ou internacional, fazer sua defesa, defendendo sua honra e dos seus ancestrais. Collor continua sendo para nossa Pátria o que fora Getúlio para as pessoas humildes e necessitadas. Parodiando o texto bíblico em questão, podemos afirmar que Fernando Collor é para o Brasil o que Jeremias fora para o povo da sua época.

Mais matérias
desta edição